Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

DFI e Canonical anunciaram PC’s de placa única com AMD e Ubuntu, o “Industrial Pi”

Graças a uma parceria, a DFI e Canonical anunciaram PC’s de placa única com AMD e Ubuntu, o “Industrial Pi”. Confira os detalhes deles.

A Canonical Ltd. é uma empresa fundada pelo sul-africano Mark Shuttleworth sediada na Ilha de Man e que trabalha na promoção do software livre, e que é a empresa por trás do popular sistema opercional Ubuntu.

Já a DFI é uma fornecedora líder global de tecnologia de computação de alto desempenho em vários setores integrados. Fundada em 1981, ela é líder global em placas embarcadas, PCs de caixa industrial, PCs de painel e sistemas incorporados para automação, indústria 4.0, soluções de IoT, computação de ponta.

Alguns se lembrarão das placas-mãe DFI de quase duas décadas atrás por causa de suas placas-mãe “LANParty” coloridas, mas nos últimos anos a empresa tem se concentrado em IoT e hardware industrial onde, é claro, o Linux tem muita relevância.

Agora, a DFI e a Canonical anunciaram computadores de placa única “industrial Pi” equipado com AMD e Ubuntu.

DFI e Canonical anunciaram PC’s de placa única com AMD e Ubuntu, o “Industrial Pi”

DFI e Canonical anunciaram PC's de placa única com AMD e Ubuntu, o  "Industrial Pi"
DFI e Canonical anunciaram PC’s de placa única com AMD e Ubuntu, o “Industrial Pi”

A nova placa GHF51 da empresa e o PC sem ventoinha EC90A-GH são os primeiros a passar no processo de certificação de hardware IoT da Canonical.

Quanto à placa em si, a DFI equipou o GHF51 com um par de saídas micro-HDMI, USB-C e uma única porta Ethernet.

A configuração básica inclui 32 GB de armazenamento eMMC, mas isso pode ser atualizado para 64 GB. 4 GB de RAM DDR4 são padrão, mas também podem ser duplicados.

Há até um slot mini PCIe para adicionar hardware WiFi, 3G ou 4G. Eles são capazes de operar em temperaturas que variam de -20 ° a 70 ° Celsius.

Com uma pegada semelhante ao Raspberry Pi, as duas empresas anunciaram os computadores de placa única GHF51 e EC90A-GH que usam os SoCs AMD Ryzen.

DFI e Canonical anunciaram PC's de placa única com AMD e Ubuntu, o  "Industrial Pi"
DFI e Canonical anunciaram PC’s de placa única com AMD e Ubuntu, o “Industrial Pi”

O EC90A-GH parece simplesmente adicionar um gabinete do dissipador de calor e opções de porta e conectividade ao GHF51.

Ambos são construídos em torno da série AMD Ryzen R1000, que marca outra inovação como o único chip da AMD para sistemas embarcados com capacidade de multithread.

Os chips Zen dual-core podem ter uma freqüência de até 3,5 Ghz e também embalar três (até) GPUs Vega de 1,2 Ghz, suporte para três monitores 4K externos e Ethernet dual 10G gigabit.

O GHF51 usa um SoC Zen AMD Ryzen R1000 dual-core e é projetado para aplicações IoT. A placa vem com 4 GB ou 8 GB de memória DDR4 integrada e até 64 GB de armazenamento eMMC.

Este computador de placa única AMD da DFI é certificado para uso com Ubuntu Linux, mas também pode ser carregado com Windows 10.

O EC90A-GH é o computador de placa única em um chassi de nível industrial.

DFI e Canonical anunciaram PC's de placa única com AMD e Ubuntu, o  "Industrial Pi"
EC90A-GH

A DFI observa que esta é a primeira placa de seu tipo a apresentar um processador Ryzen. Não há dúvida de que esta é uma pequena placa impressionante e deve ser adequada para tarefas intensivas como visão de IA e computação distribuída.

Além do desempenho que essas placas oferecem, há outro motivo muito importante para que sejam uma escolha atraente para ambientes industriais. As placas DFI e o chip AMD prometem 10 anos de atualizações.

A Canonical também fornecerá atualizações do sistema operacional durante o período. No setor industrial, muitas vezes lento, é importante que o hardware conectado fique protegido de novas ameaças por um bom, longo tempo.

Com a participação da Canonical, os dispositivos DFI podem vir com o Ubuntu pronto para uso e com suporte do Ubuntu 20.04 Long Term Support. Mais detalhes para os interessados ​​no blog do Ubuntu.

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.