Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Especificações RISC-V mais recentes abrem novas possibilidades de IA e IoT

Confira os detalhes de cada uma delas e entenda porque as especificações RISC-V mais recentes abrem novas possibilidades de IA e IoT.

A RISC-V International anunciou a ratificação de 15 novas especificações para o ISA RISC-V que diz que irá acelerar o ritmo de adoção em uma variedade de mercados.

Especificações RISC-V mais recentes abrem novas possibilidades de IA e IoT

Especificações RISC-V mais recentes abrem novas possibilidades de IA e IoT
Especificações RISC-V mais recentes abrem novas possibilidades de IA e IoT

A organização destacou três dessas especificações – Vector, Scalar Cryptography e Hipervisor – em um comunicado à imprensa divulgado pouco antes da cúpula RISC-V deste ano em San Francisco.

A especificação Vector traz uma maneira simplificada e flexível para os desenvolvedores aproveitarem os projetos vetoriais. É perfeitamente adequado para projetos de aprendizagem de máquina e visão computacional, permitindo o processamento rápido de conjuntos de dados complexos.

Essa é uma tarefa crucial para o computador de bordo em um veículo autônomo e que o RISC-V agora está pronto para lidar com facilidade.

A virtualização ganha um impulso com a especificação do hipervisor. A especificação permitirá que os chips RISC-V hospedem com mais eficiência os hipervisores tipo 1 (bare-metal) e tipo 2 (hospedados).

O CTO Mark Himelstein diz que a especificação de virtualização “é uma peça-chave para acelerar a adoção de RISC-V em centros de dados e ambientes de desktop, permitindo recursos de virtualização”.

Essa é uma lição importante. A virtualização há muito desempenha um papel fundamental nos datacenters, mas está se tornando cada vez mais importante no nível do desktop. Em desktops, a virtualização está se tornando rapidamente uma parte importante da defesa contra malware.

A criptografia também desempenha um papel importante na computação segura. A especificação de criptografia escalar RISC-V torna mais fácil e muito mais rápido para os desenvolvedores adicionar funções criptográficas a seus aplicativos.

Ben Marshall, membro do Comitê de Direção Técnica do RISC-V, afirma que as novas extensões de criptografia escalar permitem que os desenvolvedores “implementem o hash criptográfico padrão e bloqueiem algoritmos de criptografia que são uma ordem de magnitude mais rápidos do que o uso de instruções padrão em alguns casos”.

Esse é exatamente o tipo de notícia que poderia convencer os desenvolvedores (e tomadores de decisão de nível C) a construir aplicativos e sistemas criptografados por padrão.

Marshall acrescenta que “essas novas extensões são muito baratas de implementar, para que as empresas possam integrar algoritmos de criptografia populares até mesmo nos menores dispositivos conectados”.

Isso poderia muito bem tornar o RISC-V uma opção atraente para empresas que trabalham no mercado de IoT de US$ 1,5 trilhão.

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.