Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Fedora 33 lançado com GNOME 3.38, Btrfs por padrão e mais

E foi lançado o Fedora 33 com GNOME 3.38, Btrfs por padrão e outros recursos. Confira as novidades e descubra onde baixar dessa distribuição.

O Fedora (anteriormente Fedora Core) é uma distribuição Linux desenvolvida pelo Projeto Fedora, suportado pela comunidade, e de propriedade da Red Hat. O Fedora contém software distribuído sob uma licença livre e de código aberto e pretende estar na vanguarda de tais tecnologias.

O Fedora tem uma reputação de se concentrar na inovação, integrando novas tecnologias desde o início e trabalhando em estreita colaboração com as comunidades Linux upstream.

A área de trabalho padrão no Fedora é o ambiente de área de trabalho GNOME e a interface padrão é o Shell do GNOME. Outros ambientes de área de trabalho, incluindo KDE, Xfce, LXDE, MATE e Cinnamon, estão disponíveis.

O Projeto Fedora também distribui variações personalizadas do Fedora chamadas spins do Fedora. Eles são criados com conjuntos específicos de pacotes de software, oferecendo ambientes alternativos de desktop ou visando interesses específicos, como jogos, segurança, design, computação científica e robótica.

Agora, o Fedora 33 está agora oficialmente disponível como a atualização mais recente para esta importante distribuição Linux suportada pela Red Hat.

Continuando o ciclo de lançamento de seis meses, o Fedora 33 está aqui exatamente seis meses após o lançamento do Fedora 32 para trazer a você todas as tecnologias GNU/Linux mais recentes e software de código aberto, bem como alguns novos recursos interessantes que podem virar algumas cabeças.

Novidades do Fedora 33

Fedora 33 lançado com GNOME 3.38, Btrfs por padrão e mais
Fedora 33 lançado com GNOME 3.38, Btrfs por padrão e mais

Fedora 33 vem com o Btrfs como sistema de arquivos padrão (na edição Workstation) e roda GNOME 3.38.

A edição Fedora Workstation usa a área de trabalho GNOME 3.38.1, enquanto o Fedora KDE Plasma spin usa KDE Plasma 5.19.5, Fedora Xfce usa Xfce 4.14, Fedora Cinnamon usa Cinnamon 4.6.7, Fedora MATE usa MATE 1.24.1 e Fedora LXQt usa LXQt 0.15.0.

Ou seja, em termos de software, o Fedora 33 vem com todos os ambientes de desktop e aplicativos mais recentes.

Cada edição agora permite que o serviço EarlyOOM libere memória quando processos pesados ​​consomem muita RAM e espaço de troca.

“No Fedora KDE, seguimos o trabalho na estação de trabalho Fedora 32 e habilitamos o serviço EarlyOOM por padrão para melhorar a experiência do usuário em situações de pouca memória.”

O projeto também tornou o nano o editor de texto de linha de comando padrão, substituindo o vi.

“Para tornar a experiência padrão do Fedora melhor, definimos o nano como o editor padrão. nano é um editor amigável para novos usuários.”

Aqueles de vocês que desejam o poder de editores como o vi podem, é claro, definir seu próprio padrão.

O Fedora 33 também é o primeiro lançamento a ser fornecido com uma nova edição, o Fedora IoT, projetado e otimizado para dispositivos de ponta em uma ampla gama de plataformas de hardware.

O Fedora IoT usa a Plataforma AbstRaction for SECurity (PARSEC) para segurança e serviços criptográficos, e oferece atualizações seguras e rollbacks usando a tecnologia OSTree.

Não importa qual variante do Fedora você usa, você está obtendo o que há de mais recente no mundo do código aberto.

Sob o capô, o Fedora 33 adiciona versões atualizadas de vários pacotes básicos como Perl, Python, Ruby e .NET Core na arquitetura AArch64 (ARM64), descarta o suporte para Python 2.6 e Python 3.4 e substitui o módulo mod_php httpd por php- fpm, que prova ser mais eficiente e seguro.

Entre as tecnologias e componentes GNU/Linux encontrados nesta versão, estão RPM 4.16, GNU C Library 2.32, GNU Make 4.3, LLVM 11, GNU Binutils 2.34, GHC 8.8, Python 3.9, Boost 1.73, Perl 5.32, Node.js 14. x, Golang 1.15, OpenJDK 11, Erlang 23, IBus 1.5.23 e Ruby on Rails 6.0.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o Fedora 33

O Fedora 33 está disponível em várias edições e sabores, incluindo os spins principais com GNOME, KDE Plasma, Xfce, LXDE, LXQt, Cinnamon, MATE e desktops SoaS, os spins do Fedora Labs, bem como as edições Server e IoT.

Se você já está executando fedora e quer atualizar para a versão mais recente que acabou de ser lançado, você pode fazê-lo com apenas alguns comandos, e instruções completas estão disponíveis na wiki Fedora.

Ou use esse tutorial:
Como atualizar o Fedora 31 para 32 sem complicações

A imagem ISO do Fedora 32 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.