FreeBSD 13 está se preparando para finalmente aposentar o GCC 4.2

Entenda porque depois de trabalhar um bom tempo com um versão defasada do compilado GCC, o FreeBSD 13 está se preparando para finalmente aposentar o GCC 4.2!

Depois de trabalhar um bom tempo com um versão defasada do compilado GCC, o FreeBSD 13 está se preparando para finalmente aposentar o GCC . Entenda!

O GCC, ou GNU Compiler Collection é um conjunto de compiladores de linguagens de programação produzido pelo projeto GNU para ser usado na construção de um sistema operacional semelhante ao Unix livre

FreeBSD 13 está se preparando para finalmente aposentar o GCC 4.2
FreeBSD 13 está se preparando para finalmente aposentar o GCC 4.2

O GCC 4.2.1 está defasado desde 2007 e, embora tenha havido muitas atualizações para a Coleção de Compiladores GNU durante a década, essa versão permanece um tanto comum no BSD, justamente por ser a última versão sob a licença GPLv2.

O GCC 4.2.2 e o mais novo mudaram para a GPLv3+ e é por isso que vários BSDs mantiveram o GCC 4.2.1 ou, pelo menos, o mantiveram em seu repositório de base.

Mas agora para o FreeBSD 13, esta versão antiga do GCC está pronta para ser retirada, já que o FreeBSD já está bastante focado no LLVM Clang como seu compilador padrão, ao mesmo tempo em que oferece novas versões do GCC através de seu sistema de gerenciamento de pacotes.

FreeBSD 13 está se preparando para finalmente aposentar o GCC 4.2

Para alcançar o objetivo e remover o GCC 4.2.1 um cronograma firme foi estabelecido antes do lançamento do FreeBSD 13 do próximo ano.

Esta timeline inclui a eliminação do GCC 4.2.1 de compilações de integração contínua no final do mês e a desativação do GCC 4.2.1 do universe por padrão.

No final do ano civil, eles desativarão o GCC 4.2.1 por padrão e, no final de março, quando removerão o código do compilador inteiramente de seu SVN.

No próximo mês, eles também pretendem descartar plataformas não-Clang que não são suportadas pelo LLVM em árvore ou convertidas em uma cadeia de ferramentas externa.

O principal risco aqui é para as arquiteturas de CPU menos comuns, onde o suporte ao compilador LLVM/Clang não está tão bem.

“A linha do tempo dá ao powerpc, mips, mips64 e sparc64 9 meses para se integrar em um compilador em árvore, ou para ter uma solução externa de toolchain comprovada. Isto está no topo dos muitos anos de avisos sobre este ser o jogo final da integração do clang.”

Mais detalhes na lista de discussão do FreeBSD.

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Ajude a manter o Blog do Edivaldo - Faça uma doação

Se você gosta do conteúdo do Blog, você pode ajudar a manter o site simplesmente fazendo uma doação única, esporádica ou mensal, usando uma das opções abaixo:

Doação usando Paypal

Doação usando PagSeguro
Outras formas de ajudar a manter o Blog do Edivaldo