FSF lançou uma petição para a Microsoft abrir o código do Windows 7

Recentemente a FSF lançou uma petição para a Microsoft abrir o código do Windows 7. Confira os detalhes dessa estranha proposta.

Alguns dias atrás, a Microsoft encerrou o suporte ao Windows 7, uma das versões do Windows que possuía mais usuários deste sistema, estando atrás do Windows XP. E com o fim do suporte dessas duas versões (o Windows XP já foi abandonado há vários anos) vários desenvolvedores aproveitaram a oportunidade para motivar as pessoas a migrar para o Linux.

FSF lançou uma petição para a Microsoft abrir o código do Windows 7

Há alguns dias, a Free Software Foundation (FSF) coloco um anúncio em seu site, direcionado à Microsoft (na verdade é uma petição).

FSF lançou uma petição para a Microsoft abrir o código do Windows 7

Sim. A FSF lançou uma petição para a Microsoft abrir o código do Windows 7. E no anúncio, ela diz o seguinte:

“Em 14 de janeiro, o Windows 7 atingiu seu “fim da vida” oficial, encerrando suas atualizações e seus dez anos de educação sobre envenenamento, invasão de privacidade e ameaça à segurança do usuário. O final do ciclo de vida do Windows 7 oferece à Microsoft a oportunidade perfeita para desfazer erros passados ​​e, em vez disso, reciclá-los.”

“Pedimos que o Windows 7 seja lançado como software livre. Este sistema operacional não precisa morrer. Dê à comunidade para estudá-lo, modificá-lo e compartilhá-lo. Como já existe um precedente para lançar alguns utilitários windows principais como software livre, a Microsoft não tem nada a perder liberando uma versão de seu sistema operacional que, segundo ela, chegou ao fim de vida”

A abertura do código-fonte do Windows 7 pela Microsoft deve permitir a “reciclagem” do sistema operacional, que por muitos anos recebeu críticas da FSF.

E, em 2009, como alguns se lembram, a FSF enviou uma mensagem anti-Windows a quase 500 das empresas mais importantes da época para desafiá-las contra os perigos que o Windows 7 representava contra a segurança, liberdade e privacidade de seus usuários. . (empresas ou indivíduos).

Sem dúvida, a carta convidou essas empresas a mudar para o uso de software livre (como GNU ou Linux) e abandonar o Windows.

A Free Software Foundation foi além, atacando a Microsoft por volta do número sete (aludindo aos sete pecados capitais).

  • Exigimos que o Windows 7 seja lançado como software livre. Sua vida não precisa terminar. Dê à comunidade para estudar, modificar e compartilhar.
  • Pedimos que você respeite a liberdade e a privacidade de seus usuários, e não simplesmente arme-os firmemente na versão mais recente do Windows.
  • Queremos mais evidências de que você realmente respeita os usuários e a liberdade dos usuários, e não apenas use esses conceitos como marketing quando for conveniente.
  • E a verdade é que tornar o Windows 7 open source seria uma decisão radical e sem precedentes, pois existem problemas óbvios com essa ideia.

Como a FSF poderia insistir que a Microsoft “não tem nada a perder”?

A verdade é que a Microsoft ainda está lucrando com o Windows 7, cobrando suporte estendido além do fim da vida (usuários comerciais podem obter um ano adicional de suporte com algumas versões do Windows 7 e existe um sistema que permite que as empresas paguem suporte adicional além disso).

Além disso, haveria riscos óbvios para o Windows 10 em tal esforço, já que grande parte do código do Windows 7 foi integrado ao mais recente sistema operacional da Microsoft.

Em resumo, há muito pouca ou nenhuma chance de isso realmente acontecer, apesar do número de assinaturas que a petição poderia reunir: a contagem é atualmente pouco mais de 4000.

A FSF deseja obter 7.777 assinaturas de todos aqueles que desejam apoiar esta solicitação e isso pode acontecer à medida que as notícias da petição forem divulgadas.

Se você quiser saber mais sobre o assunto ou deseja apoiar com a solicitação da FSF, acesse esse endereço.

O que está sendo falado no blog

Categorias Arch, Debian, Fedora, Linux, Linux Mint, Notícias, Open Source, openSUSE, Software livre, Tutorial, Ubuntu, Zorin Tags instalar, jogos, snap, Word by Word Game

Sair da versão mobile