Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

FuryBSD 12.1 lançado com Xfce a 4.14, KDE a 5.17 e mais

E foi lançado o FuryBSD 12.1 com Xfce a 4.14, KDE a 5.17, novos recursos, e alterações importantes. Confira as novidades e descubra onde baixar o sistema.

O FuryBSD é um sistema operacional de código aberto e orientado para desktop, baseado no FreeBSD. É uma tentativa de reviver o espírito de outros projetos fáceis de usar do FreeBSD do passado (por exemplo, PC-BSD e TrueOS), mas também adiciona conveniência adicional na forma de uma imagem híbrida de USB / DVD.

FuryBSD 12.1 lançado com Xfce a 4.14, KDE a 5.17 e mais
FuryBSD 12.1 lançado com Xfce a 4.14, KDE a 5.17 e mais

Joe Maloney é o homem por trás do FuryBSD que veio com este projeto no ano passado no KnoxBUG MeetUp. Ele explica que o FuryBSD é o derivado do FreeBSD, mas também é diferente em muitos aspectos, por exemplo, ferramentas auxiliares extras, atualizações trimestrais de conjunto de patches e fácil configuração ou instalação da área de trabalho.

O projeto fornece imagens live separadas com os desktops Xfce e KDE Plasma. O FuryBSD é gratuito e pode ser distribuído gratuitamente sob a licença BSD.


Agora, o FuryBSD foi atualizado para a versão 12.1. Na verdade, as imagens ISO foram realmente lançadas no SourceForge em 8 de março, mas o anúncio do lançamento foi publicado no site do projeto apenas recentemente.

Novidades do FuryBSD 12.1

Esta nova versão agora é baseada no FreeBSD 12.1 com os mais recentes pacotes trimestrais do FreeBSD.

As novas imagens do FuryBSD 12.1 estão disponíveis para o Xfce e o KDE.

Isso leva o Xfce a 4.14 e o KDE a 5.17. Além das atualizações, essas novas imagens ISO tratam principalmente de bugs da comunidade, solicitações de aprimoramento da comunidade e solicitações de recebimento da comunidade.

Além dessas novidades, também destacam-se as seguintes mudanças:

  • Limpeza o restante da pasta union depois da instalação no disco;
  • Verificação se o furybsd-xorg-tool instala a versão correta para nvidia-driver-390;
  • Adicionada a categoria nvidia-driver (latest) ao fury-xorg-tool;
  • Restauração do menu beastie e tempo limite padrão na mídia live;
  • Adicionada documentação de atualização; atualizar pacotes de imagens ISO para as filiais trimestrais do FreeBSD/2020Q1;
  • Faz montagem raiz ler escrever na imagem live;
  • Atualizada a imagem ISO para 12.1 (mais recente FreeBSD 12.1-p2).

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o FuryBSD 12.1

Se você já é um usuário do FuryBSD, pode atualizá-lo diretamente do seu terminal. Mas antes de fazer isso, primeiro, você precisa buscar pequenas atualizações para o seu desktop FreeBSD.
freebsd-update fetch
freebsd-update install
Em seguida, você pode atualizar seu sistema para uma nova versão do FreeBSD executando o comando abaixo:
freebsd-update -r 12.1-RELEASE upgrade
freebsd-update-install

Para instalações novas, você também pode fazer o download das imagens ISO do FuryBSD, disponíveis com Xfce e KDE.
A imagem ISO do FuryBSD 12.1 já pode ser baixada acessando a página de download do sistema.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.