Como ter a função Gksu no Ubuntu 18.04 LTS ou superior

Descubra como fazer para ter a função Gksu no Ubuntu 18.04 LTS ou superior!

Se você sentiu falta do Gksu na versão mais recente do Ubuntu, veja nesse tutorial como fazer para ter a função Gksu no Ubuntu 18.04 LTS ou .


Muitos usuários ainda utilizam o comando gksu ao trabalhar com aplicativos gráficos a partir do terminal.
Como ter a função Gksu no Ubuntu 18.04 LTS ou superior
Como ter a função Gksu no Ubuntu 18.04 LTS ou superior

O Gksu é um comando que costumava ser usado para fornecer uma interface gráfica para o comando su e sudo, ou seja, uma maneira de acessar o modo de superusuário para ferramentas gráficas.

Esta ferramenta é muito útil e popular entre muitos usuários, mas infelizmente está com seus dias contados. Atualmente, o Debian removeu esta ferramenta de seus repositórios e o Ubuntu a deixou em desuso para o próximo Ubuntu LTS.

Como ter a função Gksu no Ubuntu 18.04 LTS ou superior

Assim, os usuários não terão mais o gksu, mas isso não significa que suas funções estejam perdidas pelos usuários. Atualmente podemos conseguir o mesmo usando a ferramenta gvfs e uma variável que será compatível com praticamente qualquer aplicativo do Ubuntu.

Também é verdade que certos aplicativos, como o Gedit, podem ser usados ​​diretamente com o comando sudo. Mas, agora que não teremos essa funcionalidade, temos que usar a ferramenta gvfs, um recurso que nos ajudará a ter as funções do Gksu sem ter que executá-lo.

Isso não significa que adicionando uma variável aos comandos e linhas de código temos acesso de superusuário, mas apenas em determinadas situações, como editar documentos, por exemplo.

A variável à qual me refiro é “admin://”, uma variável gvfs que funcionará como o comando gksu.

Então, se para editar o arquivo dos repositórios nós escreviamos o seguinte no terminal:

gksu gedit /etc/apt/sources.list

Agora temos que escrever o seguinte:

gedit admin:///etc/apt/sources.list

Isso fará com que a ferramenta funcione como se tivéssemos usado o comando gksu.

Possivelmente é um incômodo para muitos usuários, mas uma vez que nos acostumamos, o processo será simples e natural.

O que está sendo falado no blog



blog comments powered by Disqus