Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Hackers reproduziram vídeo pornô em audiência judicial feita no Zoom

Alguns Hackers reproduziram vídeo pornô em audiência judicial feita no Zoom que tratava da invasão de perfis do Twitter. Entenda como aconteceu!

Em um incidente bizarro, mas audacioso, alguns Zoombombers conseguiram invadir uma audiência judicial envolvendo o hackeamento de contas de alto perfil no Twitter por um adolescente da Flórida.

Os hackers não apenas interferiram na audiência digital, mas também exibiram um vídeo pornô, o que acabou forçando o juiz a cancelar a sessão.

Hackers reproduziram vídeo pornô em audiência judicial feita no Zoom

Hackers reproduziram vídeo pornô em audiência judicial feita no Zoom
Hackers reproduziram vídeo pornô em audiência judicial feita no Zoom

Os zoombombers chegaram à audiência via chamada do Zoom posando como repórteres da BBC e da CNN e começaram a tocar música alta e insultos raciais.

O incidente foi confirmado por vários repórteres que participaram da reunião.

De acordo com Brian Krebs, jornalista de segurança, o juiz não conseguiu configurar a audiência no Zoom de uma maneira segura. Ela foi configurada de maneira a permitir que os participantes assumissem a tela, o que levou o zoombombing.


A audiência no Zoom envolveu Graham Clark, um rapaz de 17 anos de idade. Clark está enfrentando 30 acusações criminais no caso.

Ele é considerado o principal culpado de um dos maiores ataques de hackers no Twitter, onde usuários de alto nível, incluindo Jeff Bezos, Elon Musk, Joe Biden, Barrack Obama e o perfil oficial do Twitter da Apple foram hackeados.

Nesse incidente, os hackers postaram links da carteira do Bitcoin e solicitaram que os usuários enviassem o Bitcoin, e o Twitter teve que restringir os direitos de twittar de todas as tentativas verificadas após o hack.

Christopher Nash, o juiz que presidiu a reunião, disse que exigiria uma senha na próxima vez.

   

No entanto, isso não ajudaria com os zoombombers, e o tribunal precisa implementar configurações para impedir que os participantes possam controlar a tela.

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Publicidade