Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Haiku OS continua trazendo o suporte para RISC-V

O projeto Haiku OS publicou seu relatório de progresso de verão de 2021, e informou que o Haiku OS continua trazendo o suporte para RISC-V.

O Haiku é um sistema operacional de código aberto, atualmente em desenvolvimento, que visa especificamente a computação pessoal.

Inspirado no Be Operating System (BeOS), o Haiku pretende se tornar um sistema rápido, eficiente, simples de usar, fácil de aprender e ainda muito poderoso para usuários de computadores de todos os níveis.

Os principais destaques que distinguem o Haiku de outros sistemas operacionais incluem: foco específico na computação pessoal, kernel personalizado projetado para capacidade de resposta, design totalmente encadeado para maior eficiência com CPUs com vários processadores/núcleo, API rica em orientação a objetos para desenvolvimento mais rápido, como banco de dados sistema de arquivos (BFS) com suporte para metadados indexados e interface unificada e coesa.

O sistema operacional de código aberto Haiku criado a partir da inspiração e do trabalho do BeOS continua forte durante esses ultimos meses.

Agora, o projeto Haiku acaba de publicar sua recapitulação de verão de 2021 com alguns dos destaques.

Haiku OS continua trazendo o suporte para RISC-V

Haiku OS continua trazendo o suporte para RISC-V
Haiku OS continua trazendo o suporte para RISC-V

O projeto de sistema operacional de código aberto Haiku que continua avançando como o sucessor virtual do BeOS tem desfrutado de um verão de sucesso.

Junto com o Haiku R1 Beta 3 lançado no final de julho, houve muitas outras atividades neste últimos meses.

Com dito antes, o projeto Haiku acaba de publicar sua recapitulação de verão de 2021 com alguns dos destaques, incluindo:

  • O FSTRIM agora está em vigor para discos SATA e NVMe para oferecer suporte a TRIM/descarte de setores não utilizados em unidades de estado sólido. Anteriormente, a ferramenta antes estava disponível apenas para discos RAM e cartões SD, agora também funciona em discos SATA e NVMe.
  • O Haiku continua aumentando seu suporte à arquitetura RISC-V.
  • O Haiku também continua trabalhando para aprimorar seu suporte a hardware ARM64/AArch64 de 64 bits.
  • As atualizações do driver de rede do FreeBSD 13 foram mescladas.
  • O servidor FTPD do Haiku, depois de ficar para trás como um fork muito antigo do FreeBSD, foi sincronizado com o código upstream mais recente do FreeBSD.
  • Uma variedade de melhorias e correções na interface do usuário foram mescladas.
  • Melhorias contínuas no sistema de compilação do Haiku, incluindo suporte para compilar o Haiku no macOS e hardware Apple Silicon.

Mais detalhes sobre a última atividade de código aberto do Haiku podem ser visualizados em Haiku-OS.org.

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.