Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Kali Linux 2022.2 lançado com GNOME 42, KDE Plasma 5.24 LTS, e mais

E foi lançado o Kali Linux 2022.2 com GNOME 42, KDE Plasma 5.24 LTS, e mais. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.

O Kali Linux (anteriormente conhecido como BackTrack) é uma distribuição baseada no Debian com uma coleção de ferramentas de segurança e forenses.

Esse sistema possui atualizações de segurança oportunas, suporte para a arquitetura ARM, uma escolha entre quatro ambientes populares de desktop e atualizações contínuas para versões mais recentes.

Enfim, o Kali Linux é uma distribuição baseada no Debian com uma coleção de ferramentas de segurança e forenses.

Agora, a Offensive Security lançou o Kali Linux 2022.2 como a primeira grande atualização de sua distribuição em 2022.

Novidades do Kali Linux 2022.2

Kali Linux 2022.2 lançado com GNOME 42, KDE Plasma 5.24 LTS, e mais
Kali Linux 2022.2 lançado com GNOME 42, KDE Plasma 5.24 LTS, e mais

Kali Linux 2022.2 traz alguns dos melhores e mais recentes ambientes de desktop, novas ferramentas e muitos aprimoramentos.

O Kali Linux 2022.2 está aqui exatamente três meses após o Kali Linux 2022.1 e é alimentado pela série de kernel Linux 5.16, que infelizmente atingiu o fim da vida útil (EOL) no mês passado e não receberá mais atualizações de manutenção do upstream que corrigem vulnerabilidades de segurança ou corrigir erros.

O Kali Linux ainda usa o Xfce leve e personalizável como ambiente de desktop padrão, que, nesta versão, recebeu vários ajustes, incluindo um novo layout de painel simplificado para dispositivos ARM, papel de parede padrão para configurações de vários monitores, melhorias no tamanho do ponteiro do mouse e outras alterações para tornar seu fluxo de trabalho mais suave.

Além do Xfce, a versão Kali Linux 2022.2 também vem com os melhores e mais recentes ambientes de desktop GNOME 42 e KDE Plasma 5.24 LTS.

Ambos agora apresentam um painel de aplicativos aprimorado, onde os aplicativos gráficos agora respeitarão o ícone personalizado fornecido pelo Kali.

E como não há lançamento do Kali Linux sem algumas novas ferramentas. Esta atualização traz BruteShark, uma ferramenta de análise forense de rede (NFAT), Evil-WinRM, o shell WinRM definitivo, Hakrawler, um rastreador da Web para descobrir endpoints e ativos, Httpx, um kit de ferramentas HTTP rápido e multifuncional, bem como LAPSDumper, um dumper para senhas LAPS.

Também estão incluídos o framework de pós-exploração furtivo PhpSploit, dumper PEDump para arquivos executáveis ​​Win32, honeypot peer-to-peer SentryPeer SIP para VoIP, analisador gráfico de Wi-Fi Sparrow-wifi para Linux e framework poderoso wifipumpkin3 para pontos de acesso não autorizados.

Entre outras mudanças incluídas na versão Kali Linux 2022.2, há Bluetooth aprimorado para dispositivos ARM, uma nova guia WPS Attacks para o aplicativo Kali NetHunter, TicWatch Pro 3 GPS, suporte Ultra GPS, LTE e Ultra LTE, Win-KeX 3.1, VirtualBox suporte a pastas compartilhadas, ajustes de terminal, Kali Unkaputtbar e documentação atualizada do Kali Linux.

Outro recurso interessante no Kali Linux 2022.2 é a capacidade de copiar automaticamente os arquivos de configuração ausentes durante o login do diretório /etc/skel para o diretório inicial do usuário sem substituir os existentes.

Dessa forma, se você remover acidentalmente alguns arquivos de configuração, basta sair e eles reaparecerão magicamente.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o Kali Linux 2022.2

A imagem ISO do Kali Linux 2022.2 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Os usuários existentes não precisam baixar as novas imagens para manter suas instalações atualizadas.

Basta executar o comando sudo apt update && sudo apt full-upgrade para instalar todas as atualizações mais recentes para seu sistema Kali Linux 2020.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.