Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Kernel 5.16 lançado com recurso para uma experiência de jogo mais rápida

E foi lançado o Kernel 5.16 com recurso para uma experiência de jogo mais rápida, e mais. Confira as novidades e veja como atualizar seu sistema para essa nova versão.

Linus Torvalds anunciou o lançamento e a disponibilidade geral da série do kernel Linux 5.16 como o próximo grande ramo do kernel, trazendo novos recursos e suporte de hardware aprimorado.

Novidade do Kernel 5.16

Kernel 5.16 lançado com recurso para uma experiência de jogo mais rápida
Kernel 5.16 lançado com recurso para uma experiência de jogo mais rápida

Sim. Após dois meses de desenvolvimento, o kernel Linux 5.16 está aqui para apresentar a chamada de sistema do kernel futex_waitv() da Collabora, que promete tornar sua experiência de jogo mais rápida ao jogar jogos nativos do Linux e do Windows via Wine.

Numerosos drivers foram atualizados e novos adicionados para oferecer a você o melhor suporte de hardware possível para sua distribuição Linux.

Adições dignas de nota incluem suporte para controladores Nintendo Joy-Con e Pro, suporte para Apple Magic Keyboard (2021), um novo driver Realtek 802.11ax, suporte para painel Sharp LS060T1SX01, suporte para Surface Pro 8 e Surface Laptop Studio, suporte para Intel PXP e suporte para processadores Intel “Raptor Lake” de 13ª geração, bem como suporte inicial de tunelamento DisplayPort 2.0 e USB4 DP para GPUs AMD.

O kernel 5.16 do Linux também adiciona suporte para o paradigma de programação de 64 bits do Intel Advanced Matrix Extensions (AMX) para servidores, suporte a agendador de cluster para o agendador de tarefas, um novo tipo de evento fanotify para relatórios de integridade do sistema de arquivos, um novo mecanismo de fólios de página para gerenciamento de memória mais rápido e melhorou o congestionamento de gravação.

Outras mudanças dignas de nota incluem suporte KVM, tabelas de exceção BPF e suporte para namespaces de tempo para a arquitetura RISC-V, suporte para processadores Snapdragon 690, suporte para namespace zoneado para o sistema de arquivos Btrfs, suporte para múltiplos dispositivos e suporte para compressão LZMA para o sistema de arquivos EROFS e uma nova opção de montagem do modo de alocação de fragmento para o sistema de arquivos F2FS.

Além disso, ele traz suporte KFENCE para máquinas PA-RISC, suporte para extensões de temporizador ARM 8.6, suporte para Túnel Multicast Automático (AMT), compactação Zstd (Zstandard) atualizada, a capacidade do subsistema mapeador de dispositivo de gerar eventos de auditoria também como suporte de auditoria para o subsistema io_uring.

No lado móvel das coisas, o Linux 5.16 adiciona suporte para Fairphone 4, Sony Xperia 10 III, Sony Xperia XZ1, Sony Xperia XZ1 Compact, Sony Xperia XZ Premium, Samsung Galaxy S4 Mini Value Edition, Xiaomi Mi 5, Xiaomi Mi 5s, Xiaomi Mi 5s Plus, Xiaomi Mi Note 2, Xiaomi Mi Mix e telefones celulares F (x) tec Pro1 QX1000, bem como o smartwatch LG G Watch R.

No lado do dispositivo ARM, o Linux 5.16 adiciona suporte para placa Raspberry Pi Compute Module 4 (CM4), tablet ASUS Chromebook Tablet CT100, placas ROCK Pi 4A+ e ROCK Pi 4B+, switch Netgear GS110EMX, placa Globalscale MOCHAbin 7040, bem como Leitores eletrônicos Kobo Libra H2O e tolino Vision 5.

Por último, mas não menos importante, o kernel Linux 5.16 também adiciona novos recursos à ferramenta DAMON (Data Access MONitor) para monitorar padrões de acesso à memória específicos para processos de espaço do usuário introduzidos no kernel Linux 5.15 LTS, como esquemas de operação, monitoramento de memória física e proativo recuperação de memória.

Mais detalhes sobre o kernel 5.16 estão disponíveis no anúncio da lista de discussão de Linus Torvalds.

Como instalar ou atualizar o kernel

Como de costume, você pode fazer o download do último kernel a partir do kernel.org ou use um desses tutoriais:
Como instalar o Ubuntu Mainline Kernel Installer no Ubuntu e derivados
Usando o Ubuntu Kernel Update Utility para atualizar o kernel do Ubuntu
Como instalar a versão mais recente do Kernel nos sistemas baseados em RPM

E se depois você quiser remover os kernel antigos, use esse tutorial:
Como remover kernels antigos no Ubuntu ou Linux Mint com segurança

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.