Kernel 5.3 suportará o trackpad e os teclados do MacBook mais recente

Boa notícia para os fã dos computadores da Apple que querem usar Linux: o Kernel 5.3 suportará o trackpad e os teclados do MacBook mais recente!

Agora uma boa notícia para os fã dos computadores da Apple que querem usar Linux, o 5.3 o trackpad e os teclados do MacBook mais recente.

No momento, se ainda não foi fechado, a próxima atualização do kernel do Linux está prestes a fechar sua janela de solicitação de requisição.

Kernel 5.3 suportará o trackpad e os teclados do MacBook mais recente
Kernel 5.3 suportará o trackpad e os teclados do MacBook mais recente

Em um movimento no último momento, uma solicitação foi aceita relacionada ao suporte para teclados e trackpads dos MacBook e MacBook Pro mais recentes.

A surpresa é maior se levarmos em conta que o Linux não incluiu um suporte muito bom para os teclados e painéis de toque dos MacBooks mais recentes (do MacBook 8.1 para os mais modernos, como o MacBookPro13 e MacBookPro14).

Eu sei o que muitos de vocês estão pensando: Linux em um computador Apple? A resposta pode ser outra pergunta simples: por que não?

Acho que muitos devem concordar que não vale a pena comprar um MacBook para instalar o sistema pinguim, mas todos sabemos que existe a possibilidade de instalar mais de um sistema operacional no mesmo computador, e isso muda tudo.

Se você é um dos usuários que quer ter o Linux nos computadores mais recentes da Apple, em breve o kernel 5.3 terá essa surpresa para você (ops, já não será mais surpresa).

Kernel 5.3 suportará o trackpad e os teclados do MacBook mais recente

Não houve suporte como este desde que, em vez de serem expostos como dispositivos USB como todos os outros laptops modernos, a Apple fez o movimento estranho para transformá-los em dispositivos SPI.

Além disso, a Apple nunca documentou seu protocolo em uso com este driver SPI para suportar esses teclados e trackpads.

Visto dessa forma, poderíamos dizer que a ausência desse suporte é principalmente responsabilidade da Apple.

Mas a comunidade de desenvolvedores geralmente alcança o que é proposto, e alguns desenvolvedores com algum tempo livre fizeram engenharia reversa em grande parte deste protocolo e até mesmo conseguiram escrever esse driver básico do Linux.

Assim, com a chegada do kernel 5.3, o suporte será incluído, mas o novo interruptor Kconfig CONFIG_KEYBOARD_APPLESPI deve ser ativado.

Este suporte junta-se a outro patch que ativará o suporte para unidades NVMe nos dispositivos Apple mais atuais, portanto, podemos dizer que o kernel 5.3 cuidará mais dos computadores da maçã mordida.

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Ajude a manter o Blog do Edivaldo - Faça uma doação

Se você gosta do conteúdo do Blog, você pode ajudar a manter o site simplesmente fazendo uma doação única, esporádica ou mensal, usando uma das opções abaixo:

Doação usando Paypal

Doação usando PagSeguro
Outras formas de ajudar a manter o Blog do Edivaldo