Kernel 5.1 lançado oficialmente – Confira as novidades e instale

Confira as novidades do kernel 5.1 e veja como instalar!

Linus Torvalds anunciou o lançamento da série de kernel com novos recursos e melhorias nos recursos existentes. Confira as novidades e veja instalar.

Depois de um mês e meio em desenvolvimento, a série 5.1 do kernel finalmente, e já dá para contar tudo sobre seus novos recursos e melhorias.

Kernel 5.1 lançado oficialmente - Confira as novidades e instale
Kernel 5.1 lançado oficialmente – Confira as novidades e instale

Em primeiro lugar, vale lembrar a todos que tentam pegar e instalar o kernel Linux 5.1 que este não é um ramo suportado a longo prazo, então é melhor você ficar com o seu kernel LTS atual (4.19).

No anúncio na lista de discussão do kernel, Linus Torvalds disse o seguinte:

“A semana passada foi bastante calma, e o último patch do rc6 não foi tão grande assim. No geral, o 5.1 parece muito normal, com pouco mais de 13k commits (mais outro 1k, se você contar merges). Que é praticamente o nosso tamanho normal nos dias de hoje. Não há maneira de reduzir isso a um short sane, com todo o trabalho.”

Novidades do kernel 5.1

O kernel 5.1 é uma ramificação de kernel com recursos que traz muitas adições excelentes, bem como melhorias nos recursos existentes.

Os destaques do kernel Linux 5.1 incluem a capacidade de usar memória persistente como RAM (memória do sistema) além da RAM física, mais preparações para o ano 2038, a capacidade de inicializar o sistema em um dispositivo mapeador de dispositivo sem usar initramfs, bem como suporte para patches cumulativos para o recurso live kernel patching.

Para os fãs do sistema de arquivos , a série de kernel Linux 5.1 finalmente permite que os usuários configurem os níveis de compactação Zstd.

Além disso, o recurso de monitoramento do sistema de arquivos baseado em fanotify foi aprimorado com a adição da funcionalidade chamada “super root watch root” à interface fanotify, que assiste de maneira escalável as alterações em sistemas de arquivos grandes.

Além disso, o kernel Linux 5.1 introduz uma interface de alto desempenho chamada io_uring, que torna a E/S assíncrona rápida e escalável, um novo método que permite a entrega de sinal seguro na presença de reutilização PID, bem como um novo gerenciador de cpuidle chamado Timer Events Oriented (ou apenas TEO), que promete melhorar o gerenciamento de energia sem afetar o consumo de energia.

Claro, existem inúmeros atualizados e novos incluídos no kernel Linux 5.1, o que o tornará compatível com ainda mais hardware.

Como instalar ou o Kernel 5.1

Para instalar a versão mais recente do Kernel nas principais distribuições Linux, use um desses tutoriais:
Usando o Ubuntu Kernel Update Utility para atualizar o kernel do Ubuntu
Como instalar a versão mais recente do Kernel nos sistemas baseados em RPM

E se depois você quiser remover os kernel antigos, use esse tutorial:
Como remover kernels antigos no Ubuntu ou Linux Mint com segurança

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Ajude a manter o Blog do Edivaldo - Faça uma doação

Se você gosta do conteúdo do Blog, você pode ajudar a manter o site simplesmente fazendo uma doação única, esporádica ou mensal, usando uma das opções abaixo:

Doação usando Paypal

Doação usando PagSeguro
Outras formas de ajudar a manter o Blog do Edivaldo