Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Kobowriter transforma um ereader Kobo em máquina de escrever E Ink

Conheça e entenda como o Kobowriter transforma um ereader Kobo em máquina de escrever E Ink, ao conectar um teclado USB nesse leitor.

A Kobo vende uma linha de dispositivos com telas E Ink projetados para a leitura de eBooks. Mas como os eReaders Kobo têm uma porta USB e software baseado em Linux, é claro que as pessoas encontraram maneiras de hackear os dispositivos para uso de outras maneiras.

Um exemplo recente? Kobowriter é uma ferramenta gratuita e de código aberto que permite conectar um teclado USB a um eReader Kobo para que você possa usá-lo como uma máquina de escrever E Ink portátil.

Kobowriter transforma um ereader Kobo em máquina de escrever E Ink

Kobowriter transforma um ereader Kobo em máquina de escrever E Ink
Kobowriter transforma um ereader Kobo em máquina de escrever E Ink

É isso mesmo. o Kobowriter transforma um ereader Kobo em máquina de escrever E Ink. O projeto instala um kernel modificado (desenvolvido como parte do projeto XCSoar) que permite que uma porta USB do eReader Kobo aceite entrada de teclado.

Ele também instala o software Kobowriter, que permite criar e editar documentos de texto.

Algumas coisas para ter em mente:

  • Com essas modificações instaladas, você ainda pode usar um dispositivo Kobo como eReader. Mas há uma etapa intermediária – quando você liga um dispositivo Kobo, você verá o aplicativo inicializador XCSoar que permite escolher se deseja executar o software Kobo, Kobowriter ou qualquer outra coisa.
  • Você terá que desativar o USB-OTG (o recurso que permite usar um teclado) se quiser usar o software Kobo padrão para ler eBooks. Mas você sempre pode reativá-lo na hora de digitar.
  • Os dispositivos Kobo não emitem energia pela porta USB, então você precisará usar um teclado que consome energia de suas próprias baterias ou de outra fonte.
  • O desenvolvedor observa que o Kobowriter só foi construído e testado para o Kobo Glo HD e suporta apenas o layout de teclado francês no momento. Mas, como é um software de código aberto, qualquer pessoa pode ajustar o código e trabalhar nas modificações para dispositivos e/ou linguagens Kobo adicionais.

Enfim, agora que você já sabe disso, pode encontrar mais detalhes na página do Kobowriter no GitHub.

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.