Mir 2.16 lançado com suporte ao cliente X11 melhorado, e mais

E foi lançado o Mir 2.16 com suporte ao cliente X11 melhorado, e mais. Confira as novidades e veja como instalar no Ubuntu e derivados.

Mir é um servidor gráfico desenvolvido pela Canonical, posicionado como uma excelente solução para dispositivos integrados e a Internet das Coisas (IoT).

Na prática, ele é servidor gráfico para Linux que foi criado para substituir o X Window System, que ainda é usado no Ubuntu.

O Mir continua sendo procurado em projetos da Canonical e agora está posicionada como uma solução para dispositivos embarcados e a Internet das Coisas (IoT).

Ele pode ser usado como um servidor composto para o Wayland, permitindo que qualquer aplicativo baseado no Wayland (por exemplo, construído com GTK3/4, Qt5 ou SDL2) seja executado em ambientes baseados no Mir.

A camada de compatibilidade do X, XMir, é baseada no XWayland, enquanto outras partes da infraestrutura usada pelo Mir são originadas do Android. Essas partes incluem a pilha de entrada do Android e os buffers de protocolo do Google.

Atualmente, o Mir roda em uma variedade de dispositivos com Linux, incluindo desktops tradicionais, IoT e produtos integrados.

O servidor gráfico Mir permite que fabricantes de dispositivos e usuários de desktop tenham uma plataforma bem definida, eficiente, flexível e segura para seu ambiente gráfico.

Agora, a Canonical lançou o Mir 2.16 como a versão mais recente de sua pilha de exibição, centrada em facilitar o uso do Wayland para vários casos de uso.

Novidades do Mir 2.16

Mir 2.16 lançado com suporte ao cliente X11 melhorado, e mais
Mir 2.16 lançado com suporte ao cliente X11 melhorado, e mais

O Mir 2.16 contém um retrabalho de suas APIs de plataforma gráfica, integração para que o Mir possa fornecer uma experiência de inicialização “perfeita”, suporte aprimorado para clientes X11 por meio de uma série de correções de bugs, suporte à plataforma de exibição de saída virtual, método de entrada-v1 Protocolo Wayland para suporte ao teclado maliit e uma variedade de outras alterações de recursos e correções de bugs.

O foco da Canonical no Mir parece continuar a ser impulsionado pelas necessidades comerciais em torno dos casos de uso do Ubuntu Core para o Mir alimentando vários dispositivos inteligentes.

Além disso, o Mir também tem feito incursões ajudando a servir como compositor Wayland para outros desktops.

Para saber mais sobre essa versão do Mir, acesse a nota de lançamento e obter os downloads do código-fonte.

Como instalar ou atualizar o Mir

Para instalar a versão mais recente do Mir no Ubuntu e derivados, use esse tutorial:
Como instalar o servidor de exibição Mir no Ubuntu e derivados

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Bloqueador de anúncios detectado!!!

Nosso site precisa de publicidade para existir. Por favor, insira-o na lista de permissões/lista branca para liberar a exibição de anúncios e apoiar nosso site. Nosso conteúdo é GRATUITO, e tudo o que pedimos é isso!
Powered By
Best Wordpress Adblock Detecting Plugin | CHP Adblock