Mir terá suporte a placas gráficas híbridas e outras novidades

Confira o snúncio de que o Mir terá suporte a placas gráficas híbridas e outras novidades!

Chris Halse Rogers, da Canonical, compartilhou um road-map onde fica claro que o Mir terá suporte a placas gráficas híbridas e outras novidades. Confira!

Para quem ainda não conhece, o Mir é um software desenvolvimento pela Canonical Ltd. Na prática, ele é servidor gráfico para Linux que foi criado para substituir o X Window System, que ainda é usado no Ubuntu.

Mir terá suporte a placas gráficas híbridas e outras novidades
Mir terá suporte a placas gráficas híbridas e outras novidades

Ele foi anunciado pela Canonical em 4 de março de 2013, e foi sido desenvolvido para facilitar o desenvolvimento do Unity Next, a próxima geração da interface de usuário Unity.

Contudo, quando a Canonical anunciou que estaria encerrando seu investimento no Unity 8, Mir, Ubuntu para celulares e tablets, e que não seguiria mais em seu objetivo de levar o sistema a “convergência”, isso deixou muita gente a pensar que o Unity (e o Mir) iria acabar.

Mir terá suporte a placas gráficas híbridas e outras novidades

Agora, Chris Halse Rogers, da Canonical, compartilhou um road-map (roteiro, ou mapa de terreno como ele prefere chamá-lo) para o Mir sobre seus planos futuros para este servidor de exibição de código aberto, que permanece focado agora em fornecer suporte a Wayland.

Ele alega que:

“Uma das coisas que dificulta o início de um projeto como o Mir – onde os principais colaboradores são todos da Canonical e nos encontramos pessoalmente duas vezes por ano – é que há muitas tradições orais sobre grandes projetos que conhecemos. deseja fazer, mas que atualmente não são uma prioridade e não serão incluídas em um roteiro.”

“No interesse de tornar o desenvolvimento do Mir mais acessível aS pessoas de fora, pois pensamos nas coisas que colocaremos esses projetos em um mapa de terreno.”

Por conta disso, entre os projetos Mir que eles desejam prosseguir, mas não necessariamente a serem concluídos em um futuro muito próximo, incluem:

  • Dividir o código de renderização e exibição para ser mais modular e melhor manipulação de casos, como o hardware de display DisplayLink USB que não possui suporte de renderização integrado.
  • Como parte da refatoração da plataforma, a capacidade do Mir de suportar várias plataformas gráficas simultaneamente. No momento, o Mir não funciona com várias pilhas de drivers de uma só vez, ou seja, não permite que o driver NVIDIA funcione com o suporte do Mesa carregado. Portanto, os laptops gráficos híbridos para NVIDIA + Intel e similares não funcionam no momento com o Mir, mas o objetivo seria permitir o suporte a múltiplas plataformas gráficas simultaneamente. Isso também é necessário para o suporte à área de trabalho remota Mir.
  • Suporte substituível para renderizador e gráfico de cena, além de criar um back-end do GNOME SceneGraph Kit (GSK) para ajudar pessoas como o GNOME Shell ou o Unity 8 executando no Mir.
  • Recarregamento a quente do Mir e melhor resiliência a falhas sem derrubar nenhum dos aplicativos em execução.

Essas idéias esperançosas para Mir podem ser encontradas no Ubuntu Discourse.

O que está sendo falado no blog

No Post found.

Veja mais artigos publicados neste dia…