Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

OBS Studio 27 lançado com suporte ao Wayland e muito mais

Foi lançado o OBS Studio 27 com suporte ao Wayland e muito mais. Confira as novidades dessa atualização e veja como instalar no Linux.

Open Broadcaster é um software de código aberto e multiplataforma (disponível para Linux, Microsoft Windows e Apple OS X), que permite gravar as atividades da área de trabalho e compartilhá-los ao vivo na web.

Existem muitos programas para capturar e gravar o que acontece na tela do computador para Linux. Até algumas ferramentas para criar GIFs ou mostrar o que acontece no terminal. Mas se houver um programa completo com opções avançadas para profissionais, o OBS Studio.

OBS Studio é um programa completo de gravação e streaming de vídeo.

Ele é ideal tanto para gravar tudo que acontece na tela de cursos, tutoriais, fazer upload para plataformas como o YouTube, ou também transmitir o que você faz ao vivo.

O software OBS Studio é de código aberto e gratuito. Um programa completo de streaming de software e captura de vídeo disponível para várias plataformas. É o usado por alguns youtubers, professores ou aqueles que fazem transmissões ao vivo no Twitch.

Um software profissional muito completo e totalmente gratuito, com uma versão compatível com Linux como você já sabe.

Esse incrível programa pode ser usado para fazer tutoriais em vídeo e compartilhá-los no YouTube Live, Twitch TV, DailyMotion e etc. Com ele você pode capturar o desktop inteiro ou apenas uma janela, importar vídeo de uma placa de captura e adicionar imagens ou texto.

Agora, os desenvolvedores do OBS Studio lançaram a versão 27.0, uma atualização importante que adiciona novos recursos e melhorias.

Novidades do OBS Studio 27

OBS Studio 27 lançado com suporte ao Wayland e muito mais
OBS Studio 27 lançado com suporte ao Wayland e muito mais

OBS Studio 27.0 é uma atualização importante porque é a primeira versão a apresentar suporte para o servidor de exibição Wayland em sistemas Linux.

Isso significa que você pode finalmente usar o OBS Studio no Wayland, e o suporte vem com uma nova fonte de captura PipeWire.

Dito isso, os desenvolvedores avisam que os usuários do Ubuntu precisam usar o Ubuntu 20.10 (Groovy Gorilla) ou superior para a captura do PipeWire.

OBS Studio 27.0 também apresenta suporte para desfazer e refazer, que parece ser um recurso altamente solicitado, um novo modo Track Matte com suporte a uma máscara de cena para exibir simultaneamente partes da cena anterior e atual, suporte para formatos de textura SRGB, bem como um novo método de captura para Display Capture para adicionar suporte para captura de displays cross-GPU.

Também para usuários do Linux, o OBS Studio 27 adiciona integração de serviço e suporte a dock de navegador. Além disso, melhora o suporte para caminhos VST (Virtual Studio Technology) e corrige uma falha que pode ocorrer quando os back-ends de áudio são desativados.

Entre outras mudanças presentes no OBS Studio 27, há suporte para transições de visibilidade de fonte para permitir que você defina uma transição para uma fonte quando você quiser exibi-la ou ocultá-la, suporte para exibir o caminho do arquivo salvo na barra de status, a capacidade de atualizar um dock do navegador à direita -clique no menu de contexto, alterne uma câmera virtual no menu da bandeja do sistema e a capacidade de desativar manualmente a rotação automática em dispositivos de captura de vídeo.

Além disso, um novo parâmetro chamado --disable-high-dpi-scaling agora pode ser usado para desabilitar o escalonamento HiDPI, e o OBS Studio 27 agora apresenta uma opção de reinicialização automática para a fonte Video4Linux2 para lidar com falhas em alguns dispositivos.

Então, para saber mais sobre essa versão do OBS Studio, acesse a nota de lançamento.

Como instalar

Para instalar a versão mais recente do OBS Studio nas principais distribuições Linux, use esse tutorial:
Como instalar o Open Broadcaster no Linux via Flatpak
Como instalar o Open Broadcaster no Linux via Snap
Como instalar o Open Broadcaster no Ubuntu e derivados

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.