Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

OpenMandriva Lx 4.2 Argon lançado com Linux 5.10 LTS e port ARM64

E foi lançado o OpenMandriva Lx 4.2 com Linux 5.10 LTS e port ARM64 e mais. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.

OpenMandriva é uma distribuição voltada para o cenário desktop e servidor do Linux com todos os recursos, patrocinado pela OpenMandriva Association.

Essa distro foi baseado no ROSA, um projeto de distribuição Linux russo que vendeu o Mandriva Linux em 2012, incorporando muitas das ferramentas e utilitários originais do Mandriva e adicionando aprimoramentos internos.

O objetivo do OpenMandriva é facilitar a criação, aprimoramento, promoção e distribuição de software livre e de código aberto em geral, e projetos do OpenMandriva em particular.

Agora, a comunidade OpenMandriva anunciou o lançamento oficial do OpenMandriva Lx 4.2. Com o codinome “Argon”, o OpenMandriva Lx 4.2 é a segunda grande atualização da última série do OpenMandriva Lx 4.

Novidades do OpenMandriva Lx 4.2

OpenMandriva Lx 4.2 Argon lançado com Linux 5.10 LTS e port ARM64
OpenMandriva Lx 4.2 Argon lançado com Linux 5.10 LTS e port ARM64

Em primeiro lugar, OpenMandriva Lx 4.2 é alimentado pela mais recente série de kernel Linux 5.10 LTS, o que significa que ele fornece suporte de hardware de primeira linha e deve funcionar bem nos computadores mais recentes.

Se você ainda estiver enfrentando alguns problemas de hardware, o próximo kernel Linux 5.11 também está disponível para instalação nos repositórios.

Apelidado de Argon, o OpenMandriva Lx 4.2 surge cerca de um ano depois do OpenMandriva Lx 4.1 “Mercury” e é o primeiro lançamento desta distribuição Linux derivada do Mandriva a oferecer um porte ARM64 (AArch64) completo que permite instalá-lo em vários ARM populares dispositivos.

Imagens instaláveis ​​são fornecidas atualmente para o Raspberry Pi 400, Raspberry Pi 4 Modelo B (veja meu artigo inicial), Raspberry Pi 3 Modelo B+, Pinebook Pro, Rock Pi 4A, Rock Pi 4B e Rock Pi 4C.

Com o tempo, mais dispositivos ARM serão suportados, como o telefone Linux PinePhone.

Por baixo do capô, ele possui LLVM/clang 11.0.1, GCC (GNU Compiler Collection) 10.2, GNU Binutils 2.36.1, systemd 247, Qt 5.15.2, Java 15 e o instalador gráfico Calamares 3.2.35.

O OpenMandriva Lx 4.2 também vem com um aplicativo OM Welcome aprimorado, que torna a distro mais fácil de usar por iniciantes, ajudando-os a instalar vários aplicativos populares com um único clique do mouse.

OM Welcome também permite que você instale um kernel compilado do Clang junto com o kernel normal.

Também incluídos nesta versão estão os chamados Desktop Presets para ajudá-lo a personalizar a aparência de seu desktop OpenMandriva Lx caso você queira torná-lo parecido com o Windows ou macOS se estiver migrando para Linux.

OpenMandriva Lx 4.2 Argon lançado com Linux 5.10 LTS e port ARM64
Desktop Presets no OpenMandriva Lx 4.2 Argon

Essa versão também traz o Software Repository Selector, uma ferramenta para habilitar repositórios extras com milhares de software.
OpenMandriva Lx 4.2 Argon lançado com Linux 5.10 LTS e port ARM64
Software Repository Selector no OpenMandriva Lx 4.2 Argon

OpenMandriva Lx é uma distribuição orientada para KDE Plasma, então você pode imaginar que a nova versão vem com todos os softwares KDE mais recentes, incluindo o ambiente de desktop KDE Plasma 5.20.5, bem como os aplicativos KDE Applications 20.12.2 e KDE Frameworks 5.78 suites.

Além disso, os usuários obterão o pacote de escritório LibreOffice 7.1 lançado recentemente, o programa de pintura digital Krita 4.4.2, o software de manipulação de fotos digiKam 7.2, os reprodutores de mídia SMPlayer 21.1.0 e VLC 3.0.12.1, o navegador Falkon 3.1 e a ferramenta de captura de tela SimpleScreenRecorder 0.4.3.

Krita 4.4.2
Krita 4.4.2 no OpenMandriva Lx 4.2 Argon

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o OpenMandriva Lx 4.2

A imagem ISO do OpenMandriva Lx 4.2 pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.