Parrot 4.5 lançado – Confira as novidades e descubra onde baixar

Confira as novidades do lançamento do Parrot 4.5 e descubra onde baixar a distro!

Lorenzo Faletra anunciou o lançamento da mais recente versão estável de sua distribuição, o Parrot 4.5. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.


O Parrot (antigo Parrot Security OS) é uma distribuição voltada para a segurança, baseada no Debian, com uma coleção de utilitários projetados para testes de penetração, análise forense de computadores, engenharia reversa, hacking, privacidade, anonimato e criptografia.
Parrot 4.5 lançado - Confira as novidades e descubra onde baixar
Parrot 4.5 lançado – Confira as novidades e descubra onde baixar

Em resumo, é uma distribuição especializada projetada para testes de penetração, forense digital e proteção de privacidade, com base na ramificação “Teste” do Debian.

O produto, desenvolvido pela Frozenbox, vem com o MATE como o ambiente de padrão.

Novidades do Parrot 4.5

Parrot 4.5 foi lançado oficialmente e há algumas mudanças importantes sob o capô. Mas a mais importantes das mudanças dessa versão é o abandono da arquitetura de 32 bits.

Para justificar a mudança, o projeto informou o seguinte:

“Estamos agora em 2019, e os computadores que não são capazes de executar o sistema operacional de 64 bits são na maioria computadores herdados que não são capazes de executar aplicativos modernos e complexos. Além disso, muitos programas e estruturas não estão mais disponíveis para sistemas x86 de 32 bits.”

E completou:

“Temos liberado imagens de 32 bits desde o início do projeto e trabalhamos duro para fornecer atualizações binárias recentes para a arquitetura i386 por um tempo, mas hoje em dia os computadores de 32 bits não são mais capazes de executar uma campanha completa ou fornecendo suporte acelerado por hardware para nossos sistemas de proteção de segurança.”

Enfim, o Parrot 4.5 não fornece mais arquivos ISO live para a arquitetura i386.

Ou seja, o Parrot 4.5 é o primeiro lançamento do sistema operacional de hacking ético a não mais ser fornecido com instalação ou imagens live para computadores mais antigos, de 32 bits.

Com isso, o Parrot se une à tendência crescente de distribuições Linux que soltam imagens de 32 bits. No entanto, os desenvolvedores notaram o fato de que eles continuarão a suportar a arquitetura de 32 bits com atualizações através dos repositórios oficiais de software para usuários existentes.

O Parrot 4.5 é alimentado pela série 4.199 do kernel Linux (suportada a longo prazo), preparando o projeto para a próxima versão do Parrot 5.0 LTS.

Para versões futuras, o Parrot Security planeja oferecer suporte a kernels, kernel estável e um kernel de teste.

O Parrot 4.5 também vem com a mais recente estrutura de teste de penetração do Metasploit 5.0, que apresenta os principais recursos como novos módulos de evasão, um novo mecanismo de pesquisa, um daemon json-rpc, serviços Web integrados e suporte para escrever código shell em C.

Esta versão melhora os meta-pacotes para desenvolvedores, tornando muito mais fácil um ambiente de desenvolvimento avançado para vários frameworks e linguagens de programação. Estes incluem parrot-devel, parrot-devel-tools e parrot-devel-extra.

O Parrot 4.5 permanece baseado na ramificação Debian Testing do sistema operacional Debian e está disponível para download apenas como imagens de 64 bits em duas edições, Parrot 4.5 MATE Home Edition e Parrot 4.5 KDE Plasma Home Edition.

Essa também é a primeira versão da distribuição ética de hackers a oferecer dispositivos virtuais no formato OVA, que os usuários podem importar no VirtualBox, QEMU ou VMWare.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o Parrot 4.5

A imagem ISO do Parrot 4.5 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

O que está sendo falado no blog

Ajude a manter o Blog do Edivaldo - Faça uma doação

Se você gosta do conteúdo do Blog, você pode ajudar a manter o site simplesmente fazendo uma doação única, esporádica ou mensal, usando uma das opções abaixo:

Doação usando Paypal

Doação usando PagSeguro
Outras formas de ajudar a manter o Blog do Edivaldo



blog comments powered by Disqus