Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Proton 6.3-3 lançado com correções para vários jogos

Foi lançado o Proton 6.3-3 com correções para vários jogos, e mais. Confira todas as novidades desse update e veja como usar o recurso.

O Proton é um importante recurso que permite que você execute aplicativos de jogos que estão disponíveis apenas para o Windows diretamente no cliente Linux Steam.

Esse software inclui a implementação do DirectX 10/11 (baseado no DXVK) e 12 (baseado no vkd3d), trabalhando através da tradução de chamadas do DirectX para a Vulkan API, fornece suporte aprimorado para controladores de jogos e capacidade de usar o modo de tela cheia, independentemente das resoluções de tela suportadas em jogos.

Como os desenvolvimentos do projeto são distribuídos sob a licença BSD, assim que ficam prontas, as alterações desenvolvidas no Proton são transferidas para o projeto original do Wine e projetos relacionados, como DXVK e vkd3d.

Isso fornece suporte aprimorado para controladores de jogos e a capacidade de usar o modo de tela cheia independentemente nos jogos. Para aumentar o desempenho de jogos de multiprocessamento, os mecanismos “esync” (Eventfd Synchronization) e “futex/fsync” são suportados.

Agora, a Valve atualizou sua ferramenta de compatibilidade baseada no Proton Wine para o Steam Play para a versão 6.3-3.

Novidades do Proton 6.3-3

Proton 6.3-3 lançado com correções para vários jogos
Proton 6.3-3 lançado com correções para vários jogos

A Valve continua a melhorar seu cliente Steam Play e também outros projetos relacionados ao mundo dos jogos no Linux, como a atualização do Proton.

Sim. O Steam Play foi atualizado com algumas melhorias, incluindo a integração de uma nova versão do Proton. Agora vem a versão Proton 6.3-3, baseada no WINE 6.

Entre as melhorias presentes Proton 6.3-3 para Steam estão:

  • Atualização VKD3D-Proton para v2.3.1
  • O Origin Overlay agora é funcional e permite que você jogue It Takes Two com seus amigos.
  • Mount & Blade II: Bannerlord agora pode ser jogado sem os problemas anteriores.
  • Corrigido o bug ‘Not Purchased’ que ocorria anteriormente em Red Dead Redemption 2.
  • Foi corrigido o travamento do Age of Empires II: Definitive Edition na inicialização.
  • Lançadores fixos para Evil Genius 2, Zombie Army 4, Strange Brigade, Sniper Elite 4, Beam.NG e Eve Online.
  • Solução para a detecção do controlador do Xbox no Far Cry Primal.
  • E muito mais…

Muitas dessas soluções já estavam disponíveis na versão Experimental do Proton, mas não na versão final. Claro, na nova versão de teste também haverá novas mudanças.

Para saber mais sobre essa versão do Proton, acesse a nota de lançamento.

Como ativar o Proton no Steam

Você pode baixar o Proton 6.3-3 agora mesmo na página do GitHub.

No entanto, tenha em mente que você terá que compilá-lo em sua distribuição Linux para funcionar, então, se você não sabe como fazer isso, é melhor esperar que a nova versão chegue nos repositórios de software estáveis.

O Proton 6.3-3 agora deve estar disponível nas versões do Steam Play no Steam.

Se você estiver interessado em testar o que oferece o projeto Proton em sua distro Linux preferida, a única exigência a ser cumprida, é instalar a versão beta do Steam Play for Linux ou juntar-se a versão beta do Linux a partir do cliente Steam (se eles já possuem Steam instalado em seu sistema).

Para poder mudar para a versão Beta do Steam, você deve abrir o cliente Steam no seu sistema e clicar no menu Steam no canto superior esquerdo e depois em ‘Settings’ (Configurações).

Na seção ‘Account’ (Conta), você encontrará a opção de se inscrever na versão beta. Ao fazer isso e aceitar o cliente Steam, você fechará e baixará a versão beta (uma nova instalação).

No final e depois de acessar sua conta, eles retornam à mesma rota para verificar se já estão usando o Proton.
Como ativar o Proton para jogar jogos do Windows no Linux
Agora você pode instalar seus jogos como de costume, você será lembrado pela única vez que o Proton for usado para isso.

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.