Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Qbs 1.21 lançado com melhorias e redesign em alguns elementos

E foi lançado o Qbs 1.21 com melhorias e redesign em alguns elementos. Confira as novidades dessa atualização e veja como instalar no Linux.

Qbs é um software multiplataforma gratuito e de código aberto para gerenciar o processo de criação de software. A linguagem de script usada no Qbs é adaptada para automatizar a geração e análise de scripts de construção por IDEs.

Além disso, Qbs não gera makefiles e, sem intermediários como o utilitário make, controla o lançamento de compiladores e linkers, otimizando o processo de construção com base em um gráfico detalhado de todas as dependências.

A presença de dados iniciais sobre a estrutura e dependências no projeto permite paralelizar efetivamente a execução de operações em várias threads.

Para grandes projetos que consistem em um grande número de arquivos e subdiretórios, o desempenho das reconstruções usando Qbs pode superar o desempenho várias vezes: a reconstrução é quase instantânea e não desperdiça o tempo do desenvolvedor esperando.

Agora, a versão 1.21 da ferramenta de criação de Qbs foi lançada recentemente e esta é a oitava versão desde que a Qt Company deixou o projeto de desenvolvimento, elaborado pela comunidade, interessada no desenvolvimento contínuo de Qbs.

Novidades do Qbs 1.21

Qbs 1.21 lançado com melhorias e redesign em alguns elementos
Qbs 1.21 lançado com melhorias e redesign em alguns elementos

No no Qbs 1.21, o mecanismo de provedores de módulos (geradores de módulos) foi redesenhado.

Para frameworks como Qt e Boost, agora é possível usar mais de um provedor, determinar qual provedor executar com a nova propriedade qbsModuleProviders e especificar uma prioridade para selecionar módulos gerados por diferentes provedores.

Por exemplo, dois provedores “Qt” e “qbspkgconfig” podem ser especificados, o primeiro deles tentará usar uma instalação personalizada do Qt (através da pesquisa do qmake), e se nenhuma instalação for encontrada, o segundo provedor tentará usar o Qt fornecido pelo sistema (através de uma chamada para pkg-config).}

Outra mudança que se destaca no no Qbs 1.21 é que o provedor “qbspkgconfig” foi adicionado para substituir o provedor de módulo “alternativo” que tentava gerar um módulo com pkg-config caso o módulo não fosse gerado por outros provedores.

Ao contrário de “fallback”, “qbspkgconfig” usa a biblioteca C++ integrada para ler diretamente arquivos “.pc” em vez de chamar pkg-config, o que permite acelerar seu trabalho e obter informações adicionais sobre as dependências dos pacotes que ele contém não está disponível ao chamar o utilitário pkg-config.

Das outras mudanças presentes no no Qbs 1.21, destacam-se os seguintes itens:

  • Corrigidos problemas com o rastreamento de alterações do arquivo de origem na plataforma FreeBSD devido ao descarte de milissegundos ao avaliar os tempos de modificação do arquivo.
  • Para a plataforma Android, a propriedade Android.ndk.buildId foi adicionada para permitir a substituição do valor padrão para o sinalizador de vinculador “--build-id“.
  • Adicionado suporte para a especificação C++23, que define o futuro padrão C++.
  • Adicionado suporte para a arquitetura Elbrus E2K para o kit de ferramentas GCC.
  • Os módulos capnproto e protobuf implementam a capacidade de usar o tempo de execução fornecido pelo provedor qbspkgconfig.
  • Adicionada a propriedade ConanfileProbe.verbose para facilitar a depuração de projetos que usam o gerenciador de pacotes Conan.

Para saber mais sobre essa versão do Qbs, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o Qbs

Para construir o no Qbs 1.21, o Qt é necessário como dependência, embora o próprio Qbs seja projetado para organizar a montagem de qualquer projeto.

Qbs usa uma versão simplificada da linguagem QML para definir scripts de construção de projeto, o que permite definir regras de construção bastante flexíveis nas quais módulos externos podem ser conectados, funções JavaScript podem ser usadas e regras de construção podem ser criadas.

Para aqueles que estão interessados ​​em poder instalar este aplicativo em seu sistema, podem fazê-lo seguindo as instruções que compartilhamos abaixo.

Por padrão no Ubuntu e na maioria de seus derivados, poderemos encontrar o aplicativo nos repositórios do sistema, mas a versão que encontraremos é uma versão antiga (1.13).

Para quem quiser instalar esta versão ou esperar até que a nova seja colocada nos repositórios, basta digitar o seguinte comando:
sudo apt install qbs -y

No caso de quem já deseja experimentar a nova versão, devemos obter o pacote digitando o seguinte comando no terminal:
wget https://download.qt.io/official_releases/qbs/1.21.0/qbs-src-1.21.0.zip
unzip qbs-src-1.21.0.zip
cd qbs-src-1.21.0
pip install beautifulsoup4 lxml
qmake -r qbs.pro && make
make install

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.