Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

QEMU 6 lançado com suporte criptografado para convidados AMD SEV-ES e mais

Foi lançado o QEMU 6 com suporte criptografado para convidados AMD SEV-ES e mais. Confira as novidades desse update e veja como instalar esse emulador no Linux.

QEMU é um programa de código aberto que pode ser usado como emulador de máquina e virtualizador genérico.

QEMU pode emular um processador e, em geral, uma arquitetura diferente, se necessário. Ele permite que você execute um ou mais sistemas operacionais (e seus aplicativos) isoladamente através de hipervisores como KVM e Xen, ou simplesmente binário, no ambiente de um sistema operacional já instalado na máquina.

O QEMU permite virtualização sem emulação, se o sistema convidado usa o mesmo processador que o sistema host ou emula as arquiteturas dos processadores x86, ARM, PowerPC, Sparc, MIPS1.

Ele funciona nas plataformas x86, x64, PPC, Sparc, MIPS, ARM e nos sistemas operacionais Linux, FreeBSD, NetBSD, OpenBSD, Mac OS X, Unix e Windows

Quando usado como um virtualizador, QEMU alcança perto de performances nativas, executando o código convidado diretamente na CPU hospedeira.

QEMU suporta a virtualização ao executar sob o hypervisor Xen ou usando o módulo do kernel KVM no Linux. Ao usar o KVM, QEMU pode virtualizar x86, servidor e embedded PowerPC, e S390 como convidado.

Agora, o QEMU 6.0 foi lançado como o mais novo lançamento de recurso para este emulador e virtualizador de processador/máquina.

Novidades do QEMU 6

QEMU 6 lançado com suporte criptografado para convidados AMD SEV-ES e mais
QEMU 6 lançado com suporte criptografado para convidados AMD SEV-ES e mais

O QEMU 6.0 traz consigo muitos novos recursos, incluindo suporte a emulação experimental de dispositivo multi-processo, suporte a convidado criptografado AMD SEV-ES, novo suporte a processador.máquina e outras melhorias de virtualização.

  • O QEMU agora pode ser construído com otimizações de tempo de link (LTO) e também suporta LLVM Control-Flow Integrity (CFI).
  • O suporte para a execução de convidados criptografados AMD SEV-ES agora (finalmente) está em vigor.
  • Novas opções experimentais para suportar a emulação de dispositivo fora do processo. Este recurso experimental de trabalho em andamento é para QEMU de vários processos. O objetivo com o QEMU multiprocessos é executar dispositivos emulados em processos separados para aumentar a segurança geral, em vez de ter um grande processo QEMU monolítico. O trabalho de multiprocessos do QEMU é liderado por engenheiros da Oracle, mas para o QEMU 6.0 ainda está em seu estágio inicial, com apenas suporte a um dispositivo emulado de controlador LSI SCSI até agora adaptado.
  • Correções de segurança para suporte a VirtIO-FS do QEMU.
  • A GUI QEMU com VNC agora oferece suporte a cursores com canais alfa. O código VNC agora também suporta redimensionamento estendido da área de trabalho. O modo VirtIO-VGA com QEMU 6.0, por sua vez, deve fazer com que a tela do convidado se adapte à janela do cliente VNC no redimensionamento.
  • Um recurso de instantâneo experimental de fundo de RAM.
  • Uma variedade de melhorias QEMU RISC-V, incluindo trabalho inicial para suportar CPUs de 32 bits em compilações de software de 64 bits, documentação do sistema RISC-V inicial e vários recursos conectados.
  • O QEMU agora oferece suporte à emulação da arquitetura ARMv8.1-M e da CPU Cortex M55. Várias extensões ARMv8 como SEL2, TTST, DIT e MemTag também são suportadas para emulação.
  • O controlador NVMe emulado agora suporta NVMe 1.4 e tem suporte experimental para namespaces zoneados, subsistemas NVM e metadados e proteção de dados ponta a ponta. O controlador NVMe emulado também oferece suporte a novos comandos e outros novos recursos.
  • O caminho Xen adiciona um novo carregador de convidado para testar hipervisores do tipo Xen ao inicializar diretamente no kernel sem qualquer firmware/carregador de inicialização.
  • Suporte para QEMU para emular unidades Qualcomm Hexagon DSP.
  • Máquina Loongson-3 virt adicionada.
  • A nova e mais poderosa máquina m68k.
  • Correções de segurança para VirtIOFS e outros componentes.
  • O código QEMU GUI VNC adiciona suporte para cursores com canais alfa.

Para saber mais sobre essa versão do QEMU, acesse o ChangeLog.

Como instalar ou atualizar

Para os interessados ​​em instalar esta nova versão, eles podem encontrá-la nos canais oficiais de sua distribuição Linux, já que o projeto tem uma grande popularidade. Basta usar o seu gerenciador de pacotes para instalar a partir de um terminal.

A versão QEMU 6.0 pode ser baixada em QEMU.org.

E para instalar a versão mais recente do QEMU nas principais distribuições Linux, use esses tutoriais:
Como instalar o virtualizador QEMU no Linux via Snap
Como instalar o QEMU no Ubuntu e gerenciar ele com o Virt Manager
Como instalar o QEMU PowerPC no Linux via AppImage

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.