Rclone 1.49 lançado – Confira as novidades e veja com instalar

Confira as novidades do lançamento do Rclone 1.49 e veja com instalar no Linux!

E foi lançado o 1.49 com uma interface experimental, novos back-ends e outros recursos. Confira as novidades e veja com instalar no Linux.

Semelhante ao rsync, Rclone foi projetado para copiar e sincronizar dados entre o local e vários serviços de armazenamento em nuvem, como Amazon Drive, Box, Ceph, Dropbox, , Google Cloud Storage, Google Drive, Mega, Microsoft OneDrive, ownCloud, , put.io e muitos mais.

Rclone 1.49 lançado - Confira as novidades e veja com instalar
Rclone 1.49 lançado – Confira as novidades e veja com instalar

Basicamente, ele é uma ferramenta baseada em comandos, é multi-plataforma, completamente livre e open source que está escrito na linguagem de programação GO e liberado sob os termos da licença MIT.

Entre suas principais características, podemos destacar os seguintes itens:

  • Controle de integridade dos dados transmitidos usando hashes MD5/SHA1;
  • Salve a modificação original e o tempo de criação do arquivo;
  • Suporte para o modo de sincronização parcial, no qual apenas os dados que foram alterados no arquivo são copiados;
  • Modo de cópia para o sistema de destino de arquivos novos e modificados;
  • Modo de sincronização para garantir o status idêntico de dois diretórios em diferentes sistemas;
  • Modo de verificação para verificar as somas de verificação;
  • Capacidade de sincronizar entre dois armazenamentos em nuvem;
  • Suporte para criptografia de fluxos de dados transmitidos;
  • O modo “rclone mount”, que permite montar o armazenamento externo como parte do FS local usando o FUSE;
  • Capacidade de interagir com o host remoto através de HTTP, WebDav, FTP, SFTP e DLNA;
  • Disponibilidade de back-ends para criptografia de conteúdo de armazenamento em cache e armazenamento;
  • Suporte para combinar vários repositórios remotos semelhantes ao UnionFS;
  • Capacidade de download multi-threaded em um disco local.

Agora, foi anunciado através de uma publicação no fórum Rclone o de sua nova versão, o Rclone 1.49.

Novidades do Rclone 1.49

Um dos principais destaques dessa nova versão é a adição de novos back-ends para armazenar cópias de backup nos serviços 1fichier, Google Fotos, Put.io e premiumize.me.

Além disso, também foi introduzida uma interface web experimental (lançada através do “rclone rcd –rc-web-gui”), que permite gerenciar a configuração, gerenciar backends, visualizar, baixar e fazer upload de arquivos para armazenamento na nuvem.

Das outras mudanças que se destacam são:

  • Os novos modos de sincronização “–compare-dest” e “–copy-dest” são adicionados;
  • A opção “–suffix” foi implementada, o que não requer a opção “–backup-dir” para salvar uma cópia de backup no diretório atual;
  • Adicionado suporte para salvar registros no formato JSON (“–use-json-log”);
  • Retrabalho de interfaces de estatísticas internas para trabalhar com tarefas de rc;
  • Adicione unidades superiores para o ETA;
  • Atualização dos logotipos do rclone para o novo design;
  • Adicionada capacidade de parar trabalhos assíncronos;
  • Integração do Rclone-WebUI com o rclone;
  • Adicionando tags de âncora aos documentos para que os links sejam consistentes;
  • A chave _async foi removida dos parâmetros de entrada após a análise, para que as operações subsequentes não sejam confundidas;
  • Adicionar chamada para limpar estatísticas.

Para saber mais sobre essa versão do Rclone, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o Rclone 1.49

Para instalar a versão mais recente do Rclone nas principais distribuições Linux, use esse tutorial:
Use vários serviços de armazenamento na nuvem com RcloneBrowser

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Ajude a manter o Blog do Edivaldo - Faça uma doação

Se você gosta do conteúdo do Blog, você pode ajudar a manter o site simplesmente fazendo uma doação única, esporádica ou mensal, usando uma das opções abaixo:

Doação usando Paypal

Doação usando PagSeguro
Outras formas de ajudar a manter o Blog do Edivaldo