Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

RHEL 8.5 beta lançado com melhorias, novos recursos e facilidades

E foi lançado o RHEL 8.5 Beta com melhorias, novos recursos e facilidades. Confira as novidades e descubra onde baixar essa distro para testar.

O Red Hat Enterprise Linux (RHEL) é uma distribuição Linux desenvolvida pela Red Hat e direcionada ao mercado comercial. O Red Hat Enterprise Linux é lançado nas edições do servidor para as arquiteturas x86, x86_64, Itanium, PowerPC e IBM System z, e nas edições de desktop para os processadores x86 e x86_64.

Todo o suporte e treinamento oficial da Red Hat e o Programa de Certificação da Red Hat se concentram na plataforma Red Hat Enterprise Linux.

A Red Hat usa regras estritas de marca registrada para restringir a redistribuição gratuita de suas versões oficialmente suportadas do Red Hat Enterprise Linux, mas ainda fornece seu código-fonte livremente.

Sendo assim, derivados de terceiros podem ser criados e redistribuídos removendo componentes não livres.

Agora, a Red Hat disponibilizou hoje o Red Hat Enterprise Linux 8.5 (RHEL 8.5) beta, incorporando um semestre de melhorias para esta distribuição de Linux empresarial principal.

Novidades do RHEL 8.5 Beta

RHEL 8.5 beta lançado com melhorias, novos recursos e facilidades
RHEL 8.5 beta lançado com melhorias, novos recursos e facilidades

Esta versão apresenta novas funções Ansible e fornece opções de patch de kernel ativo por meio do console de administração da web: O console da web do RHEL, baseado no projeto upstream Cockpit, é uma interface baseada na web para gerenciar e monitorar seus sistemas.

RHEL 8.5 Beta traz alguns novos truques para um utilitário RHEL já útil e conveniente.

Métricas de desempenho aprimoradas do console da web: A página de métricas de desempenho aprimoradas pode ajudar a identificar causas potenciais de picos de alta CPU, memória, disco e uso de recursos de rede. Além disso, os clientes podem exportar métricas com mais facilidade para um servidor Grafana.

Gerenciamento de patch ao vivo do kernel por meio do console da web: este novo recurso do console da web fornece uma interface simplificada para aplicar atualizações do kernel ao vivo sem ter que usar ferramentas de linha de comando.

Além disso, o RHEL 8.5 beta traz uma série de melhorias evolutivas para o RHEL8.

Em resumo, os destaques do RHEL 8.5 Beta estão:

  • Novas funções de sistema para Microsoft SQL Server, configuração de VPN, Postfix (esta função agora é totalmente suportada), NTS timesync e manipulação de volume de armazenamento LVM VDO.
  • O console da web Cockpit da Red Hat agora suporta melhores métricas de desempenho do console da web e gerenciamento de patch live do kernel.
  • OpenJDK 17 está disponível com RHEL 8.5 Beta.
  • Suporte de segurança de tempo de rede (NTS) para NTP.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o RHEL 8.5 Beta

A imagem ISO do RHEL 8.5 Beta já pode ser baixada acessando a portal do cliente da empresa, enquanto novos usuários podem se inscrever para baixar uma edição de avaliação de 30 dias.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.