Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Richard Stallman deixou o MIT e a FSF por conta de mal-entendidos

De acordo com o Techcrunch o fundador do movimento do software livre Richard Stallman deixou o MIT e a FSF por conta de mal-entendidos. Entenda o que aconteceu.

Além de ser um aclamado programador e hacker, Richard Matthew Stallman é um ativista, fundador do movimento do software livre, do projeto GNU, e da Free Software Foundation (FSF), e alguns dos seus maiores feitos incluem Emacs, o GNU Compiler Collection e o GNU Debugger.

Richard Stallman deixou o MIT e a FSF por conta de mal-entendidos
Richard Stallman deixou o MIT e a FSF por conta de mal-entendidos

Ele ocupou o cargo no MIT CSAIL (Computer Science and Artificial Intelligence Lab, ou Laboratório de Ciência da Computação e Inteligência Artificial) e no conselho de administração da Free Software Foundation desde que foi fundada em 1985.

Bem, agora ele interrompe sua atividade no MIT e também deixa de ser presidente da FSF. Algo que parece incomum, mas que tem sua explicação.

Richard Stallman deixou o MIT e a FSF por conta de mal-entendidos

Sim. Por mais surpreendente que pareça, é verdade que Richard Stallman renunciou ao cargo no MIT e também na FSF (Free Software Foundation).

Essa notícia veio do Techcrunch e parece que foi uma decisão do próprio Stallman por causa de supostas pressões que ele estava recebendo devido a alguns mal-entendidos, segundo o pai do software livre.

Tudo acontece porque um graduado do MIT publicou no Medium na semana passada um texto sob o título “Remove Richard Stallman”.

Este artigo citou um e-mail do próprio Stallman, onde ele comentou o caso Marvin Minsky, professor do MIT acusado de agressão sexual.

A suposta vítima disse que foi forçada a fazer sexo com o professor no complexo de Epstein. Além disso, operava uma rede de menores e foi condenado por isso.

Esses fatos são realmente repreensíveis pelo professor. Mas que fique claro que Richard Stallman não foi acusado ou condenado por nada (sem confusão), pois o que ele fez foi comentar esse caso pelo e-mail, como eu já dito antes.

Mas seus comentários foram usados ​​contra ele. Stallman disse que “o termo ‘agressão sexual’ é um tanto vago e escorregadio” e que a vítima “apareceu antes que Minsky estivesse totalmente preparado”.

A isto se acrescenta que o MIT recebeu financiamento da Epstein com valores que parecem exceder o que eles reconheceram publicamente.

E assim, o chefe do MIT e o próprio Stallman decidiram renunciar por esses motivos.

Richard comentou que com suas palavras que houve “uma série de mal-entendidos e caracterizações errôneas”, mas pelas pressões que ele acabou renunciando.

Talvez essa seja a melhor decisão quando um erro é cometido, grande ou pequeno, se afastar para não prejudicar os projetos.

Afinal, alguns tentam manter suas acusações apesar de tudo e isso acaba gerando um problema maior.

E você? O que acha dessa decisão? Deixe sua opinião nos comentários!

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.