Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Rust 1.43 lançado com apenas atualizações e correções

E foi lançada Rust 1.43 com apenas atualizações e correções. Confira as novidades dessa importante atualização e veja como instalar no Linux.

Rust é uma linguagem de programação multiprocessal compilada, de propósito geral, desenvolvida pela Mozilla e apoiada pela LLVM. Ela foi concebida para ser “uma linguagem segura, concorrente e prática” e, acima de tudo, para substituir as linguagens C e C++.

Rust 1.43 lançado com apenas atualizações e correções
Rust 1.43 lançado com apenas atualizações e correções

Rust é uma linguagem de programação de código aberto que suporta programação funcional pura, processual, imperativa e orientada a objetos.

Essa linguagem de programação funciona de maneira extremamente rápida, evita os segfaults (falhas de segmentação) e garante a segurança dos subprocessos (threads).

Ela suporta abstrações de custo zero, semântica de movimento, segurança de memória garantida, encadeamentos genéricos baseados em recursos e não baseados em dados e correspondência de padrões, e também suporta inferência de tipos, tempo mínimo de execução, bem como links C eficientes.

Agora, a equipe Rust anunciou a disponibilidade da nova versão de sua linguagem de programação Rust 1.43.

Novidades do Rust 1.43

Esta nova versão não traz novos recursos significativos e é considerada uma versão secundária. Embora seja destacado que existem novas APIs estabilizadas, melhorias no desempenho do compilador e pouca funcionalidade de macro.

Entre os novos recursos fornecidos pelo Rust 1.43, os mais importantes destacados pela equipe por trás da linguagem de programação são a estabilização de seis novas APIs, bem como as melhorias feitas nas funcionalidades do Clippy.

Das mudanças que se destacam nesta nova versão estão em macros, já que agora é possível usar fragmentos de elementos para convertê-los em código de característica, implementações (impl) ou blocos externos.

Além disso, o Rust 1.43 aprimorou a inferência de tipo em torno de operações primitivas, referências e binárias. Nesta nova versão, há novas variáveis ​​de ambiente de carregamento para teste.

Para facilitar os testes de integração, o Cargo definirá novas variáveis ​​de ambiente. Por exemplo, quando trabalhamos em um projeto de linha de comando, chamado simplesmente “cli”, se escrevermos um teste de integração, queremos chamar esse cli binário e ver o que ele faz executando testes e benchmarks.

Agora é possível usar as constantes associadas diretamente em números flutuantes e números inteiros, em vez de precisar importar o módulo. Em outras palavras, u32::MAX e f32::NAN agora podem ser gravados sem o uso de “use std :: u32” ou “use std :: f32”.

Além disso, há um novo módulo que reexporta os tipos primitivos. Isso pode ser útil quando você está escrevendo uma macro e deseja garantir que os tipos não estejam ocultos.

Das outras alterações que ocorrem:

  • Uma nova variável de ambiente CARGO_BIN_EXE_ {name} foi adicionada ao Cargo, estabelecida durante a construção dos testes de integração e que permite determinar o caminho completo para o arquivo executável definido na seção “[[bin]]” do pacote.
  • As expressões “If” permitem o uso de atributos como “# [cfg ()]”.
  • Uma nova parte da API foi transferida para a categoria estável

Para saber mais sobre essa versão do Rust 1.39, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o Rust 1.43

Para instalar a versão mais recente do Rust nas principais distribuições Linux, use esse tutorial:
Como instalar a linguagem de programação Rust no Linux

Se você possui uma versão anterior do Rust instalada via rustup, obter o Rust 1.43.0 é tão fácil quanto:

rustup update stable

O que está sendo falado no blog

No Post found.

Categorias Tecnologia Tags , , ,
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.