Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

SQLite 3.33.0 lançado com um aumento do tamanho máximo do banco de dados

Foi lançado o SQLite 3.33.0 com um aumento do tamanho máximo do banco de dados e mais. Confira todas as novidades desse importante lançamento.

SQLite é uma biblioteca em linguagem C que implementa um banco de dados SQL embutido. Entretanto, ele não é uma biblioteca cliente usada para se conectar com um grande servidor de banco de dados, mas sim o próprio servidor.

SQLite, é um DBMS leve, projetado como uma biblioteca de plug-ins. O código SQLite é distribuído em domínio público, ou seja, pode ser utilizado sem restrições e gratuitamente para qualquer finalidade.

Os aplicativos que usam a biblioteca SQLite podem ter acesso a banco de dados SQL sem executar um processo SGBD separado. SQLite A biblioteca SQLite lê e escreve diretamente no arquivo de banco de dados no disco.

E, basicamente, o uso do SQLite é recomendado em cenários onde a simplicidade da administração, implementação e manutenção são mais importantes que incontáveis recursos que SGBDs, mais voltados para aplicações complexas, possivelmente implementam.

Felizmente, as situações onde a simplicidade é a melhor escolha são muito mais frequentes do que pode-se imaginar.

Agora, o SQLite recebeu seu primeiro grande lançamento de 2020 nesta semana, SQLite 3.33.0.

Novidades do SQLite 3.33.0

SQLite 3.33.0 lançado com um aumento do tamanho máximo do banco de dados
SQLite 3.33.0 lançado com um aumento do tamanho máximo do banco de dados

A nova versão do SQLite 3.33 já foi lançada e incorpora algumas mudanças muito boas, como por exemplo a compatibilidade com UPDATE FROM seguindo a sintaxe do PostgreSQL, além do aprimoramento da extensão ieee754 para suportar números binários64 IEEE 754 também é destacada, bem como um tamanho máximo de arquivos de banco de dados aumentado para 281 TB.

Uma das mudanças mais importantes nesta nova versão é a implementação de UPDATE FROM para atualizar o conteúdo da tabela a partir de uma seleção de outra tabela, isto usando a sintaxe PostgreSQL correspondente.

De acordo com a equipe do SQLite, a ideia de UPDATE FROM é uma extensão do SQL que permite que uma instrução UPDATE seja enviada por push por outras tabelas no banco de dados.

A tabela “destino” é a tabela específica que é atualizada. Outros mecanismos de banco de dados relacional também implementam UPDATE FROM, mas como a construção não faz parte dos padrões SQL, cada produto implementa UPDATE FROM de maneira diferente.

A implementação do SQLite se esforça para ser compatível com PostgreSQL. As implementações do SQL Server e do MySQL da mesma ideia funcionam de maneira um pouco diferente.

Por parte da verificação de integridade PRAGMA, agora é possível verificar aleatoriamente apenas algumas tabelas e índices relacionados (antes de verificar sempre todo o banco de dados), uma vez que PRAGMA realiza uma verificação de consistência do banco de dados e o formatação de baixo nível.

Verifica se há entradas de tabela ou índice fora de seqüência, erros CHECK, restrições UNIQUE e NOT NULL, integridade de lista livre e entradas de índice ausentes ou em excesso, páginas ausentes e documentos malformados.

Quanto às melhorias na extensão ieee754, agora é possível trabalhar com números binários 64 IEEE 754. O texto produzido pela forma de um argumento para a função ieee754() é legível por humanos, mas difícil de usar como parte de uma expressão maior.

É por isso que as rotinas ieee754_mantissa() e ieee754_exponent() foram adicionadas para retornar os valores M e E correspondentes ao valor F de seu único argumento.

Aprimoramentos foram feitos no planejador de consulta, pois o desempenho foi aprimorado em “SELECT min (x) FROM t WHERE e IN (?,?,?)” Quando o índice t (x, y) está presente.

No modo WAL (Write-Ahead Logging), se uma operação de gravação falhar, resultando em uma inconsistência nos dados do arquivo shm, as seguintes transações agora podem restaurar a integridade do arquivo shm quando há transações de leitura ativas, mostrando um erro SQLITE_PROTOCOL.

Das outras mudanças que são implementadas nesta nova versão, destacam-se as seguintes:
No modo WAL (Write-Ahead Logging), se uma operação de gravação falhar, resultando em uma inconsistência nos dados do arquivo shm, as seguintes transações agora podem restaurar a integridade do arquivo shm quando há transações de leitura ativas. mostrando um erro SQLITE_PROTOCOL.

Das outras mudanças que são implementadas nesta nova versão, destacam-se as seguintes:

  • Aumento do tamanho máximo do banco de dados para 281 TB.
  • A CLI possui extensões decimais integradas e ieee754.
  • Adicionada uma extensão decimal com funções aritméticas decimais de precisão arbitrária, há três funções matemáticas disponíveis, incluindo decimal_add, decimal_sub e decimal_mul (essas três funções somam, subtraem e multiplicam seus argumentos, respectivamente).
  • Além disso, os novos modos de formato de saída “box”, “json”, “markdown” e “table” também foram adicionados à interface de linha de comando (CLI).

  • No modo de saída de coluna, as colunas são expandidas automaticamente pelo conteúdo da linha mais longa.
  • O modo de saída “quote” leva em consideração o valor do separador definido pelo comando “.separator”.

Para mais detalhes sobre essa versão do SQLite, consulte a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o SQLite 3.33.0

A versão mais recente do SQLite estará disponível em breve nas atualizações da sua distribuição. Quando isso acontecer, atualize imediatamente para usufruir das novidades.

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.