Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Stargate, uma nova estação de áudio digital de código aberto

Conheça o Stargate, uma nova estação de áudio digital de código aberto. Confira os detalhes desse incrível software e seus recursos.

O Ardour costuma ser o centro das atenções quando se trata de estações de áudio digital de código aberto (DAW), no entanto, isso não significa que seja a única opção.

Além dele, existe o Stargate, outro aplicativo do mesmo tipo de recente criação (mais ou menos) que pretende ser “uma solução abrangente de produção de áudio, com tudo o que necessita para fazer música no computador”.

Stargate, uma nova estação de áudio digital de código aberto

Stargate, uma nova estação de áudio digital de código aberto
Stargate, uma nova estação de áudio digital de código aberto

Stargate é um software livre, pois seu código é publicado sob a licença GPLv3.

Como sugere a descrição do próprio aplicativo publicada no repositório GitHub, seu objetivo é ser uma solução autossuficiente com tudo o que é necessário para criar música, oferecendo “um poderoso fluxo de trabalho baseado em padrões”, “um conjunto completo de instrumentos integrados e plug-ins de efeitos ”e um editor de onda básico.

Stargate também possui, de acordo com os recursos publicados em seu repositório GitHub, uma matriz de roteamento de trilha poderosa com encadeamento lateral e uma arquitetura de mixer modular.

Em teoria, ele funciona em Linux, Windows e macOS cobrindo processadores x86 e ARM, mas por enquanto a versão mais recente do aplicativo só tem instaladores para Linux em ARM e x86 e Windows em x86.

Ele está sendo programado principalmente em C e PyQt e foi desenhado e desenvolvido de forma a ser fácil de portar para outras plataformas.

Outra característica que o Stargate possui é que está muito bem otimizado, podendo funcionar em um Raspberry Pi 4 ou em um computador de quinze anos atrás, já que seus requisitos para x86 são um processador dual-core (vendo a quantidade de tempo indicada, presumimos que se refere a um Intel Core 2 Duo), 1 GB de RAM e pode funcionar em uma tela com resolução de 720p.

Também é capaz de se adaptar a monitores 4K para aqueles usuários que trabalham em ambientes profissionais.

A última versão do Stargate é a 10.21.11, que trouxe muitas correções para o novo Fedora 35, outra para um bug em que a faixa principal era chamada de “saída de áudio” em alguns lugares e mais correções para os elementos de áudio. E amostrador.

No momento, existem apenas instaladores para Fedora 34 em x86 de 64 bits, Debian 11 em x86 de 64 bits, Raspbian em ARM, Ubuntu 20.04 em x86 de 64 bits e Windows 64 bits. Para outros sistemas Linux, você pode consultar as instruções de compilação.

Veremos como ficará no futuro, mas pelo menos não se pode negar que o projeto tem suas ambições.

Stargate, uma nova estação de áudio digital de código aberto
Stargate, uma nova estação de áudio digital de código aberto

A título de curiosidade, o nome do aplicativo aparentemente foi retirado da saga de ficção científica que começou com um romance e um filme nos anos 90 do século passado e deu origem a várias séries como spin-off que surgiram em épocas posteriores.

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.