Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Tails 4.17 lançado com reparo do sistema de arquivos na inicialização

E foi lançado o Tails 4.17 com reparo do sistema de arquivos na inicialização, e mais. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.

O Amnesic Incognito Live System (Tails) é um live DVD/USB baseado no Debian com o objetivo de fornecer anonimato completo da Internet para o usuário.

O produto é fornecido com vários aplicativos da Internet, incluindo navegador da Web, cliente de IRC, cliente de email e mensagem instantânea, todos pré-configurados com a segurança em mente e com todo o tráfego anonimizado.

Para conseguir isso, esse sistema incognito usa a rede Tor para dificultar o rastreamento do tráfego da Internet.

Se você quiser ficar invisível online o tempo todo, você deve usar o Tails, que é usado até mesmo pelo denunciante da NSA, Edward Snowden.

Agora, a equipe de desenvolvimento do Tails anunciou a disponibilidade geral do lançamento do Tails 4.17, , um lançamento que vem com as tecnologias Tor mais recentes e vários novos recursos.

Novidades do Tails 4.17

Tails 4.17 lançado com reparo do sistema de arquivos na inicialização
Tails 4.17 lançado com reparo do sistema de arquivos na inicialização

O Tails 4.17 chegou com algumas grandes melhorias, incluindo o reparo automático do sistema de arquivos usado para atualizações durante a inicialização, limpando os arquivos de atualização automática antigos que foram deixados na unidade após uma atualização manual do sistema, o que bloqueou o funcionamento correto das atualizações automáticas.

Além disso, o Tails agora retoma automaticamente o download sempre que uma atualização falha e o utilitário Tails Upgrader agora é mais resistente a espelhos quebrados.

Como em todos os novos lançamentos do Tails, o Tails 4.17 vem com as melhores e mais recentes tecnologias do Tor usadas para permitir a comunicação anônima dentro do sistema.

Incluídos nesta versão estão o navegador da web anônimo Tor Browser 10.0.14 e a implementação anônima de cliente/servidor Tor 0.4.5.7.

Também incluídos neste lançamento estão o cliente de e-mail Mozilla Thunderbird 78.8.0 e o bootloader GRUB 2.04-16, que é importado dos repositórios Debian 10 Buster e corrigido contra a vulnerabilidade 2021 BootHole UEFI SecureBoot.

Para completar, alguns pacotes de firmware não livres também foram atualizados para melhorar o suporte para várias interfaces Wi-Fi, especialmente Intel, Broadcom e Cypress. Além disso, o Tails 4.17 melhora a mensagem de erro ao iniciar o Unsafe Browser offline.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o Tails 4.17

Atualizações automáticas são atualmente suportadas a partir do Tails 4.14 e posterior.

Então, se você estiver usando o Tails 4.16 em seu PC, você pode atualizá-lo para o Tails 4.17 agora mesmo executando o comando sudo apt update && sudo apt full-upgrade em um emulador de terminal para receber as últimas atualizações do pacote.

Para novas implantações ou para usar o Tails live, a.k.a. diretamente de um pen drive USB sem instalar nada em seu computador, baixe a nova imagem ISO do site oficial, acessando a página de download da distribuição.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.