Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Ubuntu 21.04 entrou em freeze, ou congelamento de recursos

Brian Murray, da Canonical, anunciou que o Ubuntu 21.04 entrou em freeze, ou congelamento de recursos. Confira os detalhes dessa fase e suas consequências.

O Ubuntu 21.04, a próxima versão do sistema operacional da Canonical, será uma versão de curta duração com suporte por apenas nove meses, até janeiro de 2022, assim como o Ubuntu 20.10 (Groovy Gorilla) e o Ubuntu 21.10, previsto para o final de outubro de 2021.

Agora, foi anunciado que, a partir desta semana, o próximo lançamento do sistema operacional Ubuntu 21.04 entrou no estágio de Congelamento de Recursos, um marco importante em seu ciclo de desenvolvimento de seis meses.

Ubuntu 21.04 entrou em freeze ou congelamento de recursos

Ubuntu 21.04 entrou em freeze, ou congelamento de recursos
Ubuntu 21.04 entrou em freeze, ou congelamento de recursos

O estágio de Congelamento de Recursos significa que nenhum novo recurso importante será implementado no Ubuntu 21.04 até que a versão final chegue às ruas no final de abril de 2021.

Os desenvolvedores não vão concentrar seus esforços na correção de bloqueadores importantes que não atrasarão o lançamento final.

Apelidado de Hirsute Hippo, o Ubuntu 21.04 está em desenvolvimento desde o final de outubro de 2020, logo após o lançamento do Ubuntu 20.10 (Groovy Gorilla).

Como de costume, o estágio de Congelamento de Recursos será seguido em breve por uma “Semana de Testes do Ubuntu” opcional, que acontecerá entre 4 e 11 de março e destinada àqueles que desejam ajudar nos testes.

Alguns das novidades desse futura lançamento você provavelmente já conhece de meus artigos anteriores, como o fato de que o GNOME 3.38 continua sendo o ambiente de área de trabalho padrão, mas você provavelmente não sabia que muitos dos aplicativos GNOME 40 também serão incluídos para uma experiência híbrida.

Outra grande mudança no Ubuntu 21.04 é o fato de que o Wayland será habilitado como a sessão padrão, com a sessão X.Org disponível como uma alternativa para usuários NVIDIA e aqueles que possuem hardware que não é compatível com o Wayland.

Sob o capô, haverá um conjunto de ferramentas atualizado com base na última série GCC (GNU Compiler Collection) 11, Python 3.9 por padrão, GNU C Library 2.33, LLVM 11 e, esperançosamente, Linux kernel 5.11, mas por enquanto a distro vem com Linux kernel 5.10 LTS por padrão.

Alguns dos últimos lançamentos de aplicativos também estarão presentes.

O lançamento final do Ubuntu 21.04 (Hirsute Hippo) chegará em 22 de abril de 2021, e terá suporte por apenas nove meses, até julho de 2021.

Mas, até lá, seremos capazes de ter uma primeira amostra do Ubuntu 21.04 com o lançamento beta, que é esperado no Dia da Mentira, o famoso primeiro de abril.

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.