Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Ubuntu Core 20 para IoT lançado com criptografia de disco completo

E foi lançado o Ubuntu Core 20 para IoT com criptografia de disco completo e muito mais. Confira as novidades dessa importante atualização.

Ubuntu Core é uma versão mínima e em contêiner do sistema operacional Ubuntu 20.04 LTS (Focal Fossa) projetado para IoT (Internet das Coisas) e dispositivos embarcados.

Agora, a Canonical lançou o Ubuntu Core 20, um grande lançamento e vem dois anos após a versão anterior, Ubuntu Core 18, que ainda terá suporte por mais oito anos em implantações críticas de negócios devido ao modelo de manutenção de segurança de baixo custo de 10 anos da Canonical.

Ubuntu Core 20 para IoT lançado com criptografia de disco completo

Ubuntu Core 20 para IoT lançado com criptografia de disco completo
Ubuntu Core 20 para IoT lançado com criptografia de disco completo

Os destaques do Ubuntu Core 20 incluem criptografia de disco completo com suporte de hardware para sistemas x86 via integração TPM (Trusted Platform Module), que funciona com saída de CA (Autoridade de Certificação) para uma inicialização mais segura que impede a instalação de software não autorizado e garante a confidencialidade de invasores físicos.

Sim. O Ubuntu Core como a versão reduzida do Ubuntu agora é baseado em Ubuntu 20.04 LTS e agora suporta criptografia de disco completo, recuperação de dispositivo seguro e outros recursos, particularmente em torno do aumento da segurança.

O Ubuntu Core 20 é oferecido para hardware x86_64 e ARM e é apoiado pela Canonical com dez anos de suporte. De acordo com a Canonical, já existem “dezenas de milhares” de dispositivos IoT industriais e de consumo executando o Ubuntu Core de empresas como Dell, Bosch e outros.

Além disso, o Ubuntu Core 20 adiciona suporte para arquiteturas ARMv7 e ARMv8 no popular computador de placa única Raspberry Pi, suporte inicial para a ferramenta de provisionamento de servidor automatizado MAAS 2 (Metal as a Service) da Canonical e método de multi-distribuição padrão da indústria cloud-init para inicialização de instância de nuvem de plataforma cruzada.

Sobre o lançamento, Mark Shuttleworth, CEO da Canonical, disse que:

“Cada dispositivo conectado precisa de segurança de plataforma garantida e uma App Store”

“O Ubuntu Core 20 permite que os inovadores criem coisas altamente seguras e se concentrem inteiramente em seus próprios recursos e aplicativos exclusivos, com confinamento e atualizações de segurança integradas ao sistema operacional.”

Esta versão também apresenta um modo de recuperação e reinstalação totalmente novo e mais seguro que oferece três opções e pode ser acessado segurando a tecla 1 até que o processo de inicialização seja concluído, o que apresentará o menu de seleção do sistema seguido por três opções principais de recuperação .

Estes são Executar normalmente para continuar com o processo de inicialização, Recuperar, que reinicializa o sistema no modo de recuperação e registra você usando credenciais anteriores para recuperar seus dados via SSH ou acesso local, e Reinstalar, que excluirá todos os dados existentes no dispositivo e inicialize-o a partir de uma imagem de versão do sistema compatível.

O Ubuntu Core 20 está disponível para download agora mesmo no site oficial e é certificado para os populares x86 e computadores de placa única ARM.

Assim como com as versões anteriores, a Canonical promete 10 anos de manutenção de segurança de baixo custo para permitir implementações industriais e de missão crítica de longo prazo.

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.