Ubuntu MATE 20.04.1 for Raspberry Pi beta 2 lançado

Martin Wimpress anunciou o lançamento do Ubuntu MATE 20.04.1 for Raspberry Pi beta 2. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.

O Ubuntu MATE está disponível para dispositivos Raspberry Pi há mais de cinco anos e é uma alternativa muito popular ao sistema operacional Raspberry Pi oficial, devido ao uso do kernel oficial do Ubuntu otimizado para desempenho e regularmente corrigido contra as ameaças de segurança mais recentes.

Mas o Ubuntu MATE for Raspberry Pi tem mais vantagens do que outras distribuições semelhantes. Por exemplo, ele vem com o driver VC4/V3D (fkms) habilitado por padrão para suportar gráficos 3D poderosos no computador minúsculo.

Ele também suporta a expansão automática do sistema de arquivos online, saída de áudio via HDMI ou jack de áudio analógico de 3,5 mm, saída de vídeo via HDMI ou Composto, acesso GPIO via GPIO Zero e WiringPi, bem como suporte para Wi-Fi, Ethernet e Bluetooth.

Alguns softwares adicionais também estão incluídos, como o aplicativo Steam Link para Raspberry Pi, que permite aos usuários jogar seus jogos favoritos do Steam diretamente de seus computadores Raspberry Pi, bem como o popular jogo de construção de mundo aberto Minecraft Pi Edition.

E o Ubuntu MATE 20.04.1 for Raspberry Pi promete novos recursos importantes, como suporte para os mais recentes SCBs Raspberry Pi 4, melhores gráficos, inicialização USB experimental, renderização básica para o navegador Firefox por padrão, suporte para o utilitário rpi-eeprom para atualização o bootloader Raspberry Pi 4 EEPROM e uma nova ferramenta de configuração.

Com base no sistema operacional Ubuntu 20.04.1 LTS (Focal Fossa) lançado recentemente, o lançamento do Ubuntu MATE 20.04.1 for Raspberry Pi está agora em seus estágios mais recentes de desenvolvimento, com uma segunda versão beta pronta para teste público.

Agora, Martin Wimpress publicou uma nova versão beta das imagens do Ubuntu MATE 20.04.1 para dispositivos Raspberry Pi, que você pode baixar e testar nesse minúsculo computador.

Novidades do Ubuntu MATE 20.04.1 for Raspberry Pi beta 2

Ubuntu MATE 20.04.1 for Raspberry Pi beta 2 lançado

Desde o beta 1, a equipe corrigiu problemas de Wi-Fi que ocorriam na primeira inicialização durante o assistente de configuração inicial e abandonou a opção de memória gpu_mem que permite especificar quanta memória a GPU pode usar do arquivo config.txt para melhor desempenho.

O beta 2 também é alimentado pelo mesmo kernel Linux 5.4 LTS usado no Ubuntu 20.04.1 LTS e usa o ambiente de desktop MATE 1.24 mais recente e a maioria dos aplicativos principais que também estão disponíveis na versão Ubuntu MATE 20.04.1 LTS para PCs.

Ubuntu MATE 20.04.1 for Raspberry Pi é compatível com os modelos mais recentes do Raspberry Pi 4, bem como no Raspberry Pi 3 Modelo B+ mais antigo, Raspberry Pi 3 Modelo B e até mesmo no Raspberry Pi 2 Modelo B, o que não é recomendado por causa das especificações de pouca memória.

Baixe e experimente o Ubuntu MATE 20.04.1 for Raspberry Pi beta 2

Se você quiser ajudar a equipe do Ubuntu MATE a entregar um Ubuntu MATE 20.04.1 livre de bugs para o lançamento do Raspberry Pi, vá em frente e visite a página de download oficial para obter as imagens do Beta 2, que estão disponíveis para ambas as arquiteturas de 32 ou 64 bits.

A imagem ISO do Ubuntu MATE 20.04.1 for Raspberry Pi beta 2 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Para instalar o Ubuntu MATE 20.04.1 em seu Raspberry Pi, é recomendável usar um cartão microSDHC ou microSDXC de qualidade de 8 GB ou superior. Mais detalhes estão disponíveis no site oficial.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

O que está sendo falado no blog

Categorias bodhi, Deepin, Elementary, Kylin, Linux, Linux Mint, Open Source, Pop!_OS, Software livre, Tecnologia, Tutorial, Ubuntu, Zorin Tags alterar, boot, configurações, Customizer, gerenciador, Grub

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile