Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

VirtualBox 6.1 lançado oficialmente com suporte ao kernel 5.4

E foi lançado oficialmente o VirtualBox 6.1 com suporte ao kernel 5.4 e importantes melhorias. Confiras as novidades dessa atualização e veja como instalar.

VirtualBox é o software de virtualização x86 e AMD64/Intel64 da Oracle que pode ser usado por usuários empresariais e domésticos, e roda como hospedeiro em Windows, Linux, Macintosh e Solaris, suportando um grande número de sistemas operacionais convidados.

VirtualBox 6.1 lançado oficialmente com suporte ao kernel 5.4
VirtualBox 6.1 lançado oficialmente com suporte ao kernel 5.4

Agora, a Oracle lançou a versão final do VirtualBox 6.1 com muitas melhorias e correções.

Novidades do VirtualBox 6.1

O VirtualBox 6.1 é o primeiro grande lançamento da série 6 do VirtualBox e promete alguns novos recursos interessantes, como suporte para as mais recentes e melhores séries de kernel Linux 5.4, a capacidade de importar máquinas virtuais da Oracle Cloud Infrastructure, como bem como suporte melhorado para virtualização aninhada.

Sobre o lançamento, a Oracle disse o seguinte:

“O suporte à virtualização aninhada permite instalar um hipervisor, como o Oracle VM VirtualBox ou KVM, em um convidado do Oracle VM VirtualBox. Você pode criar e executar máquinas virtuais na VM convidada. O suporte à virtualização aninhada permite o Oracle VM VirtualBox para criar um ambiente de desenvolvimento e teste mais flexível e sofisticado.”

O VirtualBox 6.1 também apresenta suporte estendido à exportação de VMs para o Oracle Cloud Infrastructure, permitindo que os usuários criem várias máquinas virtuais sem precisar fazer upload novamente, além de exportar uma VM para a nuvem usando uma variante “paravirtializada” mais eficiente e especificar tags de forma livre para imagens na nuvem.

Essa versão também melhora o suporte a 3D e remove as tecnologias 3D mais antigas.

VirtualBox 6.1 também traz vários aprimoramentos para a interface do usuário, incluindo editores incorporados, configurações de armazenamento aprimoradas, aprimoramentos do ponteiro do mouse e grupos de máquinas virtuais aprimorados e, no lado do hardware, adiciona suporte ao sistema de arquivos APFS da Apple, suporte NVRAM, suporte ao Legacy Versões do OS X, suporte para dispositivos SATA/NVMe não padrão e firmware atualizado

Entre outras mudanças, podemos mencionar uma prévia técnica da Área de transferência compartilhada, um recurso experimental para transferências de arquivos que atualmente está disponível apenas para hosts/convidados do Windows.

Além disso, o VirtualBox 6.1 descarta o recompilador, o que significa que a execução de máquinas virtuais agora precisa de uma CPU que suporte a virtualização de hardware.

Para saber mais sobre essa versão do VirtualBox, acesse o changelog oficial.

Como instalar ou atualizar o VirtualBox 6.1

Para instalar a versão mais recente do VirtualBox nas principais distribuições Linux, use esse tutorial:
Como instalar a versão mais recente do VirtualBox no Linux

O que está sendo falado no blog

No Post found.

Categorias Artigo, bodhi, CentOS, Debian, Deepin, Elementary, Fedora, Gentoo, Kali, Linux, Linux Mint, Mageia, Mandriva, Manjaro, Notícias, Open Source, OpenMandriva, openSUSE, pclinuxos, Pop!_OS, RedHat, Sabayon, Scientific, Software livre, Solus, SUSE, Tecnologia, Trisquel, Ubuntu, Zorin Tags , , , , ,
Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.