Como instalar o Wine no Fedora, CentOS, RHEL e derivados

Você já viu como instalar e usar o Wine no Ubuntu, Debian e derivados, e agora, veja nesse tutorial como instalar o Wine no Fedora, CentOS, RHEL e derivados.


O Wine é um software livre que tem como objetivo permitir que os aplicativos desenvolvidos para Microsoft Windows possam ser executados no Linux, Mac, FreeBSD e Solaris.
Como instalar o Wine no Fedora, CentOS, RHEL e derivados
Como instalar o Wine no Fedora, CentOS, RHEL e derivados

O Windows tem uma longa lista de aplicativos, e infelizmente, nem todos estão disponíveis para usuários do Linux.

E com a crescente popularidade dos desktops Linux, muitos usuários vindos do sistema da Microsoft terminam por precisar aplicativos do Windows no sistema do pinguim.

Entretanto, o Linux não suporta executaveis do Windows. E é nesse ponto que o Wine entra como uma solução para executar aplicativos Windows em sistemas Linux.

Como instalar o Wine no Fedora, CentOS, RHEL e derivados

Os usuários do Fedora podem usar o repositório yum oficial fornecido pela equipe do Wine para a instalação dos últimos pacotes do Wine.

Mas se não houver uma versão para o sistema que você usa, para instalar o Wine no Fedora, CentOS, RHEL e derivados, faça o seguinte:

Passo 1. Abra um terminal com privilégios de administrador (root);
Passo 2. Faça a limpeza do cache e a atualização de todos os pacotes do sistema usando os seguintes comandos;

yum clean all
yum update

Passo 3. Agora instale os pacotes necessários para o Wine usando o gerenciador de pacotes yum usando os seguintes comandos;

yum groupinstall 'Development Tools'
yum install libX11-devel freetype-devel zlib-devel libxcb-devel \ 
      libxslt-devel libgcrypt-devel libxml2-devel gnutls-devel \
      libpng-devel libjpeg-turbo-devel libtiff-devel gstreamer-devel \ 
      dbus-devel fontconfig-devel

Passo 4. Para baixar e descompactar o código fonte do Wine, use esses comandos;

cd /usr/src
wget ftp://ftp.winehq.org/pub/wine/source/3.x/wine-3.20.tar.xz -O wine.tar.xz
tar -Jxf wine.tar.xz
cd wine-*

Passo 5. Confira se o seu sistema é de 32 bits ou 64 bits, para isso, use o seguinte comando no terminal:

uname -m

Passo 6. Se seu sistema é de 32 bits, use o comando abaixo para configurar o Wine com base na arquitetura do seu sistema. Isto irá definir o ambiente de instalação do Wine de acordo com o seu sistema;

./configure

Passo 7. Se seu sistema é de 64 bits, use o comando abaixo para configurar o Wine com base na arquitetura do seu sistema. Isto irá definir o ambiente de instalação do Wine de acordo com o seu sistema;

./configure  --enable-win64

Passo 8. Finalmente, execute os comandos abaixos para compilar o código fonte do Wine e instalar ele em seu sistema.

make
make install

Depois de instalar, se quiser verificar a versão do Wine instalado em seu sistema, use uma das opçõs abaixo;
Se seu sistema é de 32 bits, use este comando;

wine --version

Se seu sistema é de 64 bits, use este comando;

wine64 --version

Instalar e executando aplicativos para Windows no Linux com Wine

Uma vez instalado o Wine no Ubuntu, você já pode o programa.

Para instalar e rodar aplicativos para Windows no Linux, abra o Nautilus (ou outro gerenciador de arquivo que suporte o programa) e vá para uma pasta onde está um programa Windows e clique com o botão direito do mouse.

No menu que aparece, clique na opção “Open With Wine” (Abrir com o Wine).

Como instalar a versão mais recente do Wine no Ubuntu

Ou abra um terminal e vá para uma pasta onde está um programa Windows e digite (substitua programa pelo nome do executável Windows):

wine programa

Se for tiver compilado para 64 bits, use o comando abaixo:

wine64 programa

Só não esqueça de substituir “programa” pelo nome do executável Windows.

Para mais detalhes, consulte esse outro tutorial:
Como instalar e usar programas do Windows no Linux com o Wine

O que está sendo falado no blog

Ajude a manter o Blog do Edivaldo - Faça uma doação

Se você gosta do conteúdo do Blog, você pode ajudar a manter o site simplesmente fazendo uma doação única, esporádica ou mensal, usando uma das opções abaixo:

Doação usando Paypal

Doação usando PagSeguro
Outras formas de ajudar a manter o Blog do Edivaldo



blog comments powered by Disqus