Xine 1.2.10 lançado com suporte para Android, Wayland e mais

Confira as novidades do lançamento do ine 1.2.10 e veja como instalar no seu sistema Linux!

E foi lançado com suporte para Android, Wayland e muito mais. Confira as novidades desse lançamento e veja como instalar no seu sistema Linux.

Muito utilizado nos primórdios da história do Linux, o Xine é um mecanismo de reprodução multimídia disponível para sistemas operacionais UNIX, este é lançado sob a licença GNU GPL. O Xine em si é uma biblioteca compartilhada com uma API poderosa e fácil de usar, usada por muitos aplicativos para reprodução e de vídeo sem problemas.

xine 1 2 10 lancado com suporte para android wayland e mais - Como converter vídeo em imagens usando o FFmpeg
Xine 1.2.10 lançado com suporte para Android, Wayland e mais

Basicamente, o Xine consiste em uma biblioteca compartilhada chamada xine-lib, vários plugins, uma interface gráfica e um kernel, que é o que permite ao aplicativo sincronizar áudio, vídeo e sobreposições. Muitos outros programas usam a biblioteca xine para reprodução de multimídia, como Amarok, Kaffeine, Totem ou Phonon.2

O mais importante é que o mecanismo Xine fornece funcionalidade de comunicação de alto desempenho entre módulos, capacidade de registro, sistema de configuração unificado, suporte para exibição na tela, transferências rápidas de memória MMX/MMXEXT/SSE, entre outras coisas importantes.

Além disso, o aplicativo tem suporte para protocolos de rede HTTP, TCP, UDP, RTP, SMB, MMS, PNM e RTSP. Pode reproduzir CD, DVD e CD de vídeo, além dos formatos de vídeo mais populares, como AVI, WMV, MOV e MPEG.

O Xine suporta operações multithread, suporta um grande número de formatos e codecs populares e pouco conhecidos, pode processar conteúdo local e fluxos de multimídia transmitidos pela rede.
 
A arquitetura modular facilita a criação de funcionalidades por meio de complementos. Existem 5 classes principais de complementos: complementos de entrada para recebimento de dados (FS, DVD, CD, HTTP, etc.), complementos de saída (XVideo, OpenGL, SDL, Framebuffer, ASCII, OSS, ALSA, etc.), complementos para descompacte contêineres de mídia (desmuxadores), complementos para decodificar dados de vídeo e áudio, complementos para aplicar efeitos (cancelamento de eco, equalizador, etc.).

E recentemente, foi apresentado o lançamento do xine-lib 1.2.10, no qual um punhado de novos recursos foi adicionado, mas bom o suficiente para destacar o lançamento desta versão.

Novidades do Xine 1.2.10

Entre as principais inovações adicionadas na nova versão está o trabalho para adicionar suporte à plataforma Android, bem como para a biblioteca ter o suporte para trabalhar no EGL e Wayland.

Outra das novidades que se destacam no Xine 1.2.10 é o suporte para decodificadores AV1 torrados nas bibliotecas libdav1d, libaom e lavc. Enquanto para decodificação suporte baseado em libpng foi adicionado.

No Xine 1.2.10, a capacidade de alterar a posição na transmissão quando o conteúdo é reproduzido via ftp ou http é implementada, é adicionado suporte para encaminhamento rápido para scp.

Por outro lado, também é possível notar que, ao mesmo tempo, está disponível uma nova versão da interface gráfica xine-ui 0.99.12, na qual existe um modo de retrocesso rápido, uma configuração para controlar a ativação do bloqueio do protetor do tela, a renderização de texto é otimizada e o protetor de tela é atualizado.

Finalmente, das outras mudanças que se destacam:

  • O encadeamento múltiplo é fornecido quando a libvpx é usada;
  • O desempacotador de mídia OGG adiciona suporte ao formato Opus;
  • O suporte ao formato AV1 foi adicionado ao desempacotador de contêiner de mídia MKV (matroska).
  • Um descompactador de contêineres de mídia ivf foi adicionado.
  • Suporte ao TLS adicionado usando o GnuTLS ou o OpenSSL.
  • Adicionado complemento para carregar do ftp, compatível com TLS (ftp: // e ftpes: //).
  • Adicionado complemento para download através do TLS (TLS sobre TCP, tls: //).
  • Adicionado complemento para download através do NFS.
  • Adicionado suporte para streaming no formato mp4 sobre HTTP.
  • Adicionado suporte para transmissão HLS.
  • Adicionado suporte para HTTP / 1.1.
  • Previsão de taxa de bits implementada.
  • Inúmeras otimizações e correções de bugs.

Para saber mais sobre essa versão do Xine, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o Xine 1.2.10

Para os interessados ​​em instalar esta nova versão, além de conhecer os detalhes da versão, você pode encontrar o código para a compilação e as informações do Xine no seguinte endereço.

Ou, para aqueles que preferem esperar que essa nova versão chegue aos canais oficiais do Ubuntu, eles podem instalar o aplicativo (assim que disponível) a partir do terminal.

Para isso, basta abrir um terminal (com Ctrl + Alt + T) e executar o seguinte comando:

sudo apt-get install xine-ui libxine1-

Finalmente, você pode abrir o aplicativo procurando no menu de aplicativos, onde encontrará o iniciador para executá-lo.

Como o Xine está disponível nos repositórios oficiais das principais distribuições, com os devidos ajustes, o procedimento acima poderá ser usados em outras distros.

O que está sendo falado no blog

No Post found.

Veja mais artigos publicados neste dia…

Ajude a manter o Blog do Edivaldo - Faça uma doação

Se você gosta do conteúdo do Blog, você pode ajudar a manter o site simplesmente fazendo uma doação única, esporádica ou mensal, usando uma das opções abaixo:

Doação usando Paypal

Doação usando PagSeguro
Outras formas de ajudar a manter o Blog do Edivaldo