Instale o Wine 1.7 no Ubuntu

Você é um ex-usuário do sistema operacional que ainda quer usar os aplicativos desse sistema no Linux? Você pode fazer isso o .
image

O programa permite que você execute o software do sistema operacional Windows em outros sistemas operacionais, como Linux, Mac OS e Unix, sem a necessidade de o sistema operacional físico. Ele também fornece implementações alternativas das bibliotecas DLL, que são chamados pelos programas do sistema operacional da Maicrosoft.

Wine é um emulador?

Muitas pessoas pensam que o Wine é um emulador, mas ele Não é. O nome WINE é um acrônimo para ‘Wine Is Not an Emulator’ (Wine não é um emulador). Com ele, você pode executar aplicativos Windows com a mesma velocidade que você iria executá-los no sistema operacional da Microsoft. Wine é escrito em C e liberado sob a licença GNU LGPL v2.1+.


Veja também


Que tal experimentar o WINE ?

O Wine 1.7 foi lançado oficialmente no dia 02 de agosto e o anúncio foi feito por Alexandre Julliard, que é o líder do projeto. Existem muitas correções de bugs nesta versão, como um crash que ocorria na inicialização do Microsoft Money 2005, 2006, 2007, Photoshop CS2 que não enxergava a internet, no Need For Speed e muito mais. Então, se você joga Need For Speed ​​no Linux e usa o Photoshop para processamento de gráficos e imagens, a versão 1.7 é uma notícia muito boa para você.



Novos recursos do Wine 1.7:

  • Suporte para texto vertical no driver PostScript;
  • A versão 2 da liblcms no lugar da versão 1;
  • Dados Unicode atualizado para Unicode 6.2.0;
  • Controles de hiperlink suportadas no instaladores;
  • Melhor suporte para atributos XML;
  • Várias correções de bugs.

Se você estiver interessado em obter mais informações, você pode encontrar uma lista completa de bugs corrigidos no Wine 1.7 aqui.

Instalando o Wine 1.7 no Ubuntu

A má noticia é que o Wine 1.7 ainda não está disponível no repositório PPA e por causa disso, será preciso baixar o código fonte dele e compilar, o que geralmente demora bastante, dependendo do seu computador. Em compensação, esse passo a passo pode funcionar na maioria das distribuições, se o primeiro passo for ajustado para o gerenciador de pacotes e para os nomes de pacotes da distro.

Para instalar o Wine 1.7 no Ubuntu, faça o seguinte:

Passo 1. Abra um terminal (Usando o Dash ou pressionando as teclas CTRL+ALT+T);

Passo 2. os pacotes necessário para compilar o código fonte do Wine 1.7:

sudo apt-get install flex bison qt4-qmake gcc-multilib g++-multilib lib32z1-dev lib32bz2-dev libx11-dev libfreetype6-dev:i386

Passo 3. Baixe o código fonte do Wine, com o seguinte comando:

wget http://prdownloads.sourceforge.net/wine/wine-1.7.0.tar.bz2

Passo 4. Descompacte o arquivo baixado com o comando:

tar -xjvf wine-1.7.*

Passo 5. Vá para a pasta criada pelo descompactador:

cd wine-1.7.*

Passo 6. Faça a verificação inicial da compilação com o comando:

./configure

Passo 7. Se for um sistema de 64 bits,use o comando:

./configure --enable-win64

Passo 8. Vá para a pasta tools com o comando:

cd tools

Passo 9. Agora instale o programa com o comando abaixo e aguarde o processo finalizar:

./wineinstall

Passo 10. Para testar, vá para uma pasta onde está um programa Windows e digite (substitua programa pelo nome do executável Windows):

wine programa

Passo 11. Se for tiver usado o passo 7 para compilar, use o comando abaixo (substitua programa pelo nome do executável Windows):

wine64 programa

Compartilhe

Gostou da dica? Aproveite  e conte sua experiência nos comentários e se quiser saber informações assine nosso feed, ele está na barra lateral direita do site. Com o feed você receberá as novidades sempre que forem publicadas. Assine e também compartilhe nossas postagens clicando nos botões do Google+, Twitter e Facebook.


Quer mais informações e dicas? Conheça também essas séries:

Edivaldo

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande de fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Website: http://www.edivaldobrito.com.br



blog comments powered by Disqus