Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

App viral Remove China Apps foi removido da Play Store

Depois de fazer sucesso por um curto período, o App viral Remove China Apps foi removido da Play Store pelo próprio Google. Entenda como isso aconteceu.

O aplicativo viral apelidado de “Remove China Apps” recentemente ganhou destaque como um aplicativo que detecta e ajuda a excluir aplicativos chineses de smartphones.

Agora, o próprio Google removeu o aplicativo da Play Store por violar sua política de comportamento fraudulento.

App viral Remove China Apps foi removido da Play Store

App viral Remove China Apps foi removido da Play Store
App viral Remove China Apps foi removido da Play Store

A Deceptive Behavior Policy (política de comportamento fraudulento) proíbe o software de incentivar ou enganar os usuários a “remover ou desativar aplicativos de terceiros”.

E essa era a única função do Remove China Apps. Ele examinava os telefones em busca de ‘aplicativos chineses’ comparando o país de origem do desenvolvedor de aplicativos com um banco de dados de aplicativos desenvolvidos na China.

Embora o Remove China Apps fosse incompetente no que diz respeito aos aplicativos chineses pré-instalados que acompanham os smartphones, o aplicativo alegou sua capacidade de fazer isso.

Ele sinalizou principalmente aplicativos instalados pelo usuário ou de terceiros como “aplicativos chineses” e ofereceu uma opção para desinstalá-los. Alguns desses aplicativos de terceiros são TikTok, UC Browser, CamScanner, ShareIt, Xender, etc.

O desenvolvedor do aplicativo em questão, OneTouchAppLabs, uma startup sediada em Jaipur, foi ao Twitter para anunciar a suspensão do aplicativo Remove China App da loja Google Play.

Embora o Remove China Apps tenha sido removido pelo Google da Play Store, os usuários que já instalaram o aplicativo podem continuar usando-o.

Este aplicativo ganhou popularidade em meio à crescente disputa entre Índia e China sobre as fronteiras do Himalaia. Ele capitalizou fortemente o sentimento anti-chinês na Índia, que foi ainda mais alimentado devido ao início da pandemia de COVID-19 e à recente luta entre YouTube e TikTok.

Antes de ser removido da Play Store, o aplicativo já havia ganho mais de 5 milhões de downloads. De fato, até ontem de manhã, era o aplicativo top-free da Play Store.

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.