Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Armbian 20.11.3 lançado com suporte para mais dispositivos, incluindo o PineCube

E foi lançado o Armbian 20.11.3 com suporte para mais dispositivos e mais. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.

O Kali Linux é sem dúvida um dos sistemas operacionais mais populares para hackers e testadores éticos de invasão.

Mas quando se trata de pequenos sistemas como os Single Board Computers (SBC, computadores de placa única) baseados em ARM que usam pouca energia, precisamos de uma imagem Kali específica e otimizada para executá-la com eficiência.

Mesmo que você possa usar outra distribuição Linux, como Armbian, baseada no Debian e Ubuntu, o Kali não é uma opção amplamente utilizável para unidades SBC baseadas em ARM.

Para resolver isso, a GoVanguard, uma empresa de Segurança da Informação, lançou um novo sistema operacional, o Karmbian, que permite executar o Kali Linux em vários SBCs.

Armbian é um sistema operacional leve baseado em Debian ou Ubuntu Linux especializado para placas de desenvolvimento ARM. Suporta uma ampla variedade de SBCs, como Orange Pi, Banana Pi, Odroid, PINE64 incluindo SoCs de Allwinner, Rockchip e muito mais.

Agora, foi lançado o Armbian 20.11.3 é a versão mais recente que vem com as principais atualizações do kernel, suporte para mais dispositivos, incluindo o PineCube, além de melhorias e correções de bugs.

Novidades do Armbian 20.11.3

Armbian 20.11.3 lançado com suporte para mais dispositivos, incluindo o PineCube
Armbian 20.11.3 lançado com suporte para mais dispositivos, incluindo o PineCube

O Armbian 20.11.3 chega apenas duas semanas após o Armbian 20.11 para adicionar suporte para a última e melhor série de kernel Linux 5.9 a mais dispositivos, como aqueles baseados em Rockchip de 32 bits e Marvell Embedded Business Unit (mvebu).

Esta versão pontual também melhora o desempenho da memória na plataforma ROC-RK3328-CC (Renegade), adiciona suporte para o kit de câmera IP Linux de código aberto PineCube da PINE64, bem como adiciona suporte de codificação UTF-8 para todos os locais e um não existente variante do teclado para o primeiro script de login.

Além disso, a ramificação Meson64-dev recebeu suporte para o próximo kernel Linux 5.10.

Um problema de travamento do sistema foi corrigido para mvebu DFS quando em alta E/S e o construtor foi atualizado para recuperar sementes da web da API de espelhos.

Além disso, Armbian 20.11.3 introduz suporte vnStat e ZFS para MOTD, atualiza a configuração do ventilador e habilita o LED de rede e o temporizador do UPS, adiciona suporte de detecção SATA no mini PC Odroid-HC4 e reativa o modo UHS SDR104 para o Helios64 Network Attached Storage (NAS) e placa ROC-RK3399-PC.

Entre outras melhorias, esta atualização aborda alguns problemas de compatibilidade do GCC, retrabalha as páginas de download, torna os processos de download e verificação mais confiáveis, adiciona suporte para limpar sistematicamente os padrões de distribuição e marca os hosts de compilação do Ubuntu 18.04 LTS (Bionic Beaver) como obsoletos.

Também foi aprimorada a compilação dos cabeçalhos e a ordem no getty override.conf.

Por último, Orange Pi Zero2 foi adicionado como um destino de trabalho em andamento, o que significa que seria compatível em uma versão futura.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o Armbian 20.11.3

A imagem ISO do Armbian 20.11.3 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.