Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Atualização contínua pode se tornar um recurso padrão no Android 11

A descoberta de um desenvolvedor de XDA indica que a atualização contínua pode se tornar um recurso padrão no Android 11. Confira os detalhes dessa possibilidade.

O Google pode tornar as partições A/B obrigatórias em todos os futuros dispositivos Android 11, para tornar as Atualizações contínuas um recurso padrão para todos.

Atualização contínua pode se tornar um recurso padrão no Android 11
Atualização contínua pode se tornar um recurso padrão no Android 11

Atualização contínua pode se tornar um recurso padrão no Android 11

Um desenvolvedor de XDA detectou um commit no AOSP Gerrit intitulado “Exigir Virtual A/B em lançamentos de R”. A confirmação foi enviada por Yifan Hong, um engenheiro da equipe do Project Treble do Google.

A confirmação atualiza o Vendor Test Suite (VTS), um teste para verificar se o smartphone Android é compatível para fazer parte do Project Treble.

Nesse caso específico, o teste verifica se o dispositivo Android 11 suporta ou não a partição A/B.

Como as atualizações contínuas A/B funcionam?

Para quem não sabe, o esquema de partição A/B refere-se a partições duplicadas no dispositivo Android. Ele permite que os OEMs instalem as atualizações do OTA na partição inativa que não está sendo usada.

A maior vantagem disso são as “Atualizações contínuas”, em que os usuários não precisam aguardar a instalação da atualização, como acontece em segundo plano, no slot inativo.

Após a reinicialização, o dispositivo muda para o slot atualizado e segue o mesmo protocolo no slot ativo anteriormente quando uma nova atualização chega.

Outra vantagem do esquema de partição A/B é que ele ajuda a evitar as conseqüências da instalação de uma atualização com defeito.

Isso ocorre porque apenas o slot inativo será afetado. Além disso, nenhuma alteração é feita na partição atual para garantir reversão contínua.

A única desvantagem é que os OEMs terão que reservar mais espaço para o sistema de partição A/B. Isso pode não ser um problema, pois hoje em dia os smartphones geralmente possuem amplo armazenamento interno.

Vários dispositivos Android já implementaram atualizações contínuas A/B, como toda a série Google Pixel, Xiaomi Mi A2, Xiaomi Mi A2 Lite, Asus ROG Phone, vários telefones Motorola e muito mais.

Como observa o XDA, o Google ainda não fundiu a confirmação, o que significa que as “Atualizações contínuas” obrigatórias podem ou não chegar ao Android 11.

Mas, se houver, a mudança será, sem dúvida, bem-vinda pela comunidade Android.

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.