Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

BleachBit 4.1.1 lançado com suporte a limpeza do Slack e mais

E foi lançado o BleachBit 4.1.1 com suporte a limpeza do Slack e correções. Confira as novidades e veja como instalar no Linux!

O BleachBit é uma ferramenta gratuita e de código aberto para limpar seu computador e liberar espaço em disco, com alguns recursos de privacidade.

Enfim, o BleachBit é um limpador de sistema gratuito e de código aberto, com opções extras de privacidade para destruir arquivos e limpar o espaço livre em disco.

Esse aplicativo, que roda em Windows e Linux, pode remover o cache da web, cookies, histórico de URL, arquivos temporários e arquivos de log de navegadores da web como Firefox, Google Chrome/Chromium, Opera, Safari, etc., e remover o cache e os arquivos temporários de muitos aplicativos comumente usados.

A ferramenta também pode ser usada para destruir arquivos para impedir a recuperação de dados e limpar o espaço livre em disco para ocultar arquivos excluídos anteriormente.

O BleachBit vem com uma interface GTK simples com caixas de seleção que permitem selecionar o que você deseja excluir, mas também é fornecido com uma interface de linha de comando, que é útil para automação.

Agora, o software de limpeza de sistema BleachBit 4.1.1 foi lançado dias atrás como a nova versão Beta da próxima versão 4.2.0 principal.

Novidades do BleachBit 4.1.1

BleachBit 4.1.1 lançado com suporte a limpeza do Slack e mais
BleachBit 4.1.1 lançado com suporte a limpeza do Slack e mais

Comparado com o beta anterior, BleachBit 4.1.1 traz suporte para limpeza do Slack (messenger) e Chromium instalado via pacote Snap.

Dentre as mudança dessa versão, destacam-se as seguintes novidades:

  • Limpeza do Slack (messenger).
  • Limpeza do Pale Moon.
  • Limpeza do Zoom.
  • Corrigido o bug que não limpava o navegador Chromium instalado como Snap.
  • Corrigido o bug que não exclui todo o histórico de URL do Firefox.
  • Corrigido o bug em que a limpeza do LibreOffice apagava todas as suas extensões.

Para saber mais sobre essa versão do BleachBit, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o BleachBit

O BleachBit 4 pode ser baixado no sourceforge (você encontrará o código-fonte ou binários para distribuições Linux baseadas em DEB e RPM, incluindo Debian, Ubuntu/Linux Mint, openSUSE, Fedora, CentOS e assim por diante, bem como binários do Windows).

Se desejar, você pode baixar o BleachBit estável, visitando a página de downloads do BleachBit. Você também pode encontrar o BleachBit nos repositórios oficiais da sua distribuição Linux.

E para instalar a versão mais recente do BleachBit nas principais distribuições Linux, use esse tutorial:
Como instalar o eliminador de arquivos e informações BleachBit no Linux

Atenção!!

É importante observar que você deve ter cuidado ao usar o BleachBit, especialmente ao executá-lo como root, a menos que saiba exatamente o que está fazendo/quais são as opções selecionadas!

Eu li alguns comentários no passado de que o BleachBit quebrou o sistema para alguns usuários, mas pessoalmente nunca tive problemas como esse. De qualquer forma, cuidado!

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.