Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Cinnamon 4.8 vem com melhorias para HiDPI, ícones e muito mais

E foi lançado o ambiente Cinnamon 4.8 com melhorias para HiDPI, ícones e muito mais. Confira as novidades e veja como atualizar ou instalar.

Cinnamon e um ambiente gráfico desenvolvida pela comunidade do Linux Mint e que é um fork do Gnome Shell, o gerenciador de arquivos Nautilus e o gerenciador de janelas Mutter, com o objetivo de fornecer ao ambiente clássico do estilo Gnome 2 suporte para elementos de interação bem-sucedidos do Gnome Shell.

Cinnamon é baseado nos componentes do Gnome, mas esses componentes são enviados como um fork periodicamente sincronizado que não está relacionado externamente ao Gnome.

Agora, após seis meses de desenvolvimento, foi anunciado o lançamento da nova versão do ambiente desktop “Cinnamon 4.8”, dentro do qual a comunidade de desenvolvedores Linux Mint está desenvolvendo um fork do GNOME Shell, o gerenciador de arquivos Nautilus e o administrador Janela Mutter, destinada a fornecer um ambiente no estilo GNOME 2 clássico com suporte para elementos de interação GNOME Shell de sucesso.

Esta nova versão do Cinnamon será oferecida com o Linux Mint 20.1, que está programado para meados de dezembro.

Novidades do Cinnamon 4.8

Cinnamon 4.8 vem com melhorias para HiDPI, ícones e muito mais
Cinnamon 4.8 vem com melhorias para HiDPI, ícones e muito mais

Na nova versão, poderemos encontrar um suporte melhorado para dimensionamento fracionário, seleção simplificada do tamanho de elemento ideal em telas com alta densidade de pixels (HiDPI).

Bem como suporte aprimorado para exibição de ícones na bandeja do sistema com notificações sobre o status de aplicativos baseados em Qt e na plataforma Electron.

Também podemos encontrar ícones de bandeja do sistema redesenhados e ícones simbólicos adicionados para se adequar a telas de alta densidade de pixels.

Adicionada a capacidade de percorrer o layout do teclado pressionando o botão do meio do mouse no miniaplicativo de alteração do layout do teclado.

Os miniaplicativos Blueberry, mintupdate, mintreport, nm-applet, mate-power-manager, mate-media, redshift e rhythmbox foram traduzidos para usar XAppStatusIcon, o que tornou possível dar à bandeja do sistema uma aparência consistente. XAppStatusIcon carrega a representação do ícone, a dica de ferramenta e o rótulo próximo ao miniaplicativo.

O miniaplicativo XappStatusIcon adiciona a capacidade de manipular eventos de rolagem da roda do mouse e fornece uma nova função semelhante a gtk_menu_popup() para facilitar a portabilidade de aplicativos para GtkStatusIcon.

Adicionado um gerenciador de aplicativos da web que permite criar atalhos para sites usados ​​com frequência para abri-los rapidamente em uma janela separada sem elementos da interface do navegador, por analogia com o lançamento de aplicativos comuns.

O programa é compatível com o gerenciador de aplicativos da web ICE, que é usado para tarefas semelhantes na distribuição do sistema operacional Peppermint.

Adicionada a capacidade de acessar rapidamente a lista dos arquivos mais populares, selecionados pelo usuário por analogia com as listas de programas e diretórios selecionados.

A lista de arquivos favoritos é exibida em uma seção separada do menu do aplicativo, por meio de um miniaplicativo separado, na caixa de diálogo de seleção de arquivo, na barra lateral do gerenciador de arquivos e em alguns outros aplicativos.

Assim como os arquivos fixados, ao navegar pelo conteúdo dos diretórios, os favoritos são exibidos no topo da lista. A adição à lista de favoritos é feita através do item “Adicionar aos favoritos” no menu de contexto.

Em vez de serem explicitamente vinculados aos números de versão do Cinnamon, os plug-ins são agora percebidos como compatíveis por padrão com versões futuras do Cinnamon, eliminando a necessidade dos desenvolvedores alterarem a versão vinculada a cada vez, a menos que ela seja interrompida. compatibilidade.

Em caso de violação de compatibilidade, a incapacidade de trabalhar com uma nova versão particular do Cinnamon em plug-ins deve ser explicitamente especificada.

Das outras mudanças que se destacam:

  • Código aprimorado para trabalhar com servidores complementares. Cache de proxy foi adicionado.
  • Adicionado suporte para o modo de suspensão e, em seguida, o modo de hibernação, no qual o sistema entra primeiro no modo de espera, mas se não despertar dentro de um determinado tempo limite, ele desperta e entra em hibernação profunda.
  • Adicionado um modo que permite exibir o painel apenas quando o menu está aberto. Por padrão, o painel é constantemente exibido.
  • Interface do editor de menu redesenhada. Adicionado botão para abrir os itens selecionados do arquivo da área de trabalho.
  • O miniaplicativo para exibição rápida de janelas abertas implementa a rolagem e a colocação de ícones na frente dos rótulos.
  • O mecanismo de acesso a arquivos externos foi movido de gvfs-bin para gio-tool.
  • Integração aprimorada com aplicativos Flatpak.

Para saber mais sobre essa versão do Cinnamon, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o Cinnamon

Para aqueles que estão interessados ​​em poder instalar esta nova versão do ambiente de área de trabalho, eles podem fazer isso por enquanto baixando seu código-fonte e compilando-o em seu sistema.

Se você usa o Ubuntu, ou um derivado dele, veja como instalar a versão mais recente usando esse tutorial:
Como instalar a versão mais recente do ambiente Cinnamon no Ubuntu

No caso do Arch Linux, o pacote ainda não está dentro dos repositórios, mas no AUR é uma questão de horas para que esteja disponível. Quando estiver, para instalar o pacote assim que estiver disponível, use o comando abaixo em um terminal:
yay -S cinnamon

Enquanto para o Fedora, o pacote atualmente está disponível apenas para a versão 33 (versão de teste), mas também em breve estará disponível para versões anteriores.

Para instalar o pacote assim que estiver disponível, use o comando abaixo em um terminal:
sudo dnf install cinnamon

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.