Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Clonezilla Live 2.6.6 lançado com o Linux Kernel 5.5, ferramentas novas e atualizadas

E foi lançado o Clonezilla Live 2.6.6 com o Linux Kernel 5.5, ferramentas novas e atualizadas. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.

O Clonezilla Live é um sistema live baseado no Debian que contém o Clonezilla, um software de partição e clonagem de disco semelhante ao Norton Ghost.

Clonezilla Live 2.6.6 lançado com o Linux Kernel 5.5, ferramentas novas e atualizadas
Clonezilla Live 2.6.6 lançado com o Linux Kernel 5.5, ferramentas novas e atualizadas

Ele salva e restaura apenas os blocos usados no disco rígido. Com o Clonezilla, é possível clonar um sistema de 5 GB para 40 clientes em cerca de 10 minutos.

Agora, com base no Debian Sid (Instável), o Clonezilla Live 2.6.6 foi lançado como uma nova versão estável desse popular sistema Linux de clonagem e particionamento de discos.

Novidades do Clonezilla Live 2.6.6

Sincronizado com o repositório Debian Sid em 28 de abril de 2020, o Clonezilla Live 2.6.6 chegou para mudar o kernel para a série Linux 5.5, mesmo que atingisse o fim da vida útil.

Esta nova versão estável é fornecida com o kernel Linux 5.5.17, embora a versão mais recente seja 5.5.19.

Uma mudança importante nesta versão é a correção de um problema na linha “last_lba” do sfdisk, fazendo com que o Clonezilla falhe ao clonar um disco rígido maior em um disco rígido menor usando o parâmetro -icds -ICDS.

Os desenvolvedores alertam que o parâmetro -k1 não é necessário neste caso.

Outra mudança interessante é a implementação de um modo em lote que é pausado automaticamente quando rc não é 0 para ocs-run-boot-param.

Além disso, os parâmetros -z9p foram adicionados no menu TUI do modo iniciante, que substitui o comando pzstd por zstdmt para compactar e descompactar arquivos .zst.

O Clonezilla Live 2.6.6 também vem com vários novos pacotes. Isso inclui a ferramenta pax para ler e gravar arquivos de arquivos, bem como copiar hierarquias de diretórios, e o ocs-live-swap-kernel para trocar o kernel e os módulos do Linux.

O daemon scdaemon smartcard para o sistema GnuPG também está incluído nesta versão, e os pacotes ufsutils e pxz foram removidos, sendo este último substituído pelo pixz.

Por último, mas não menos importante, o script makeboot.sh foi atualizado para suportar a detecção de mais nomes de partições.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o Clonezilla Live 2.6.6

A imagem ISO do Clonezilla Live 2.6.6 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.