Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Como desmontar o Steam Deck da Valve para adicionar/atualizar um SSD

Confira como desmontar o Steam Deck da Valve para adicionar ou atualizar um SSD, e por que você não deve fazer isso, segundo a Valve.

O Steam Deck da Valve é um PC portátil para jogos com uma tela de 7 polegadas, controladores de jogo integrados, um processador AMD personalizado com gráficos RDNA 2 e um preço inicial de $ 399, o que torna o Steam Deck um dos dispositivos mais acessíveis em sua categoria .

Mas o modelo básico tem apenas 64 GB de armazenamento eMMC, o que significa que você tem que pagar US$ 529 ou mais para obter uma versão com uma unidade de estado sólido PCIe NVMe mais rápida e de maior capacidade.

A boa notícia é que um novo vídeo da Valve mostra exatamente como abrir o Steam Deck e adicionar ou atualizar um SSD. A má notícia é que a Valve recomenda enfaticamente que você não faça isso, pois há um alto risco de danificar seu dispositivo.

Como desmontar o Steam Deck da Valve para adicionar/atualizar um SSD

Como desmontar o Steam Deck da Valve para adicionar/atualizar um SSD
Como desmontar o Steam Deck da Valve para adicionar/atualizar um SSD

Ao contrário da maioria das empresas que aconselham contra a abertura de seu hardware, a Valve observa que, uma vez que seu Steam Deck chega, ele é seu e você pode fazer o que quiser com ele.

Mas a empresa também diz que a garantia não cobre nenhum dano causado se você abrir o chassi para fazer reparos ou atualizações e algo der errado.

O Steam Deck é um dispositivo compacto com muitos componentes amontoados em um pequeno espaço, e a empresa observa que, depois de abrir a caixa, você imediatamente enfraquece a integridade estrutural, tornando-a menos resistente a quedas.

Quanto às atualizações de SSD, a empresa observa que existem vários problemas potenciais com a substituição do SSD usando uma versão pronta para uso:

  • Consumo de energia: Se o SSD de terceiros consumir mais energia do que aquele que a Valve usa, isso pode causar superaquecimento e/ou diminuir a vida útil da bateria.
  • Interferência eletromagnética: o SSD está localizado muito perto do módulo wireless, e a Valve testou o SSD que usa para garantir que não haja interferência com WiFi e Bluetooth. Isso pode não ser verdade para todos os SSDs de terceiros.
  • Mecânico: Existem componentes na placa-mãe sob o SSD, e é possível que um SSD diferente possa interferir com esses componentes, especialmente quando o Steam Deck está vibrando.
  • Montagem: um dos parafusos que prendem a proteção SSD no lugar também é usado para o módulo térmico sobre o processador AMD, portanto, removê-lo pode afetar o resfriamento.

Como desmontar o Steam Deck da Valve para adicionar/atualizar um SSD
Como desmontar o Steam Deck da Valve para adicionar/atualizar um SSD

O Steam Deck também usa um SSD M.2 2230, que é um tipo incomum de unidade de estado sólido, então não é como se houvesse tantas opções de terceiros para este tipo de armazenamento como haveria se a empresa estivesse usando uma unidade M.2 2280 (o tamanho mais comumente encontrado em laptops).

Curiosamente, a Valve observa que mesmo o Steam Deck de US$ 399 com armazenamento eMMC usa um conector M.2, portanto, se você ignorar todos os avisos da empresa e abrir o chassi, deverá ser capaz de atualizar esse modelo adicionando um SSD.


A Valve também usou alguns componentes personalizados, o que significa que mesmo que você consiga abrir a caixa, pode não ser capaz de realizar reparos facilmente.

Os botões analógicos, por exemplo, são todos parte de um conjunto com uma placa, um stick e uma tampa e a única substituição oficialmente compatível será exatamente o mesmo tipo de thumb stick.

A empresa diz que eventualmente permitirá que os clientes saibam onde podem comprar componentes de reposição, incluindo manivelas e SSDs, mesmo que a Valve recomende apenas que os especialistas realizem reparos ou atualizações.

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.