Contas gratuitas do GitHub agora podem criar repositórios privados

Confira os detalhes do anuncio de que as contas gratuitas do GitHub agora podem criar repositórios privados!

Nat Friedman anunciou que as contas gratuitas do agora podem criar repositórios privados. Confira os detalhes dessa importante .


O GitHub já se tornou o lar de um grande número de projetos de código aberto. Alguns desses são projetos importantes e amplamente utilizados, como a plataforma JavaScript do lado do servidor Node.js, mas muitos deles são projetos pequenos e pessoais, programas parcialmente escritos e experimentos.
Contas gratuitas do GitHub agora podem criar repositórios privados
Contas gratuitas do GitHub agora podem criar repositórios privados

Esses projetos são tipicamente de código aberto, não porque seus autores tenham algum desejo particular de compartilhá-los com o mundo, mas porque o GitHub não lhes deu escolha: contas gratuitas do GitHub só poderiam criar repositórios públicos.

Como tal, o GitHub representou um trade-off: você poderia usar os serviços do GitHub de graça, mas você tinha que compartilhar. Se você não quiser compartilhar, você terá que pagar.

Contas gratuitas do GitHub agora podem criar repositórios privados

Agora, uma mudança significativa para o GitHub anunciada pelo CEO Nat Friedman, pode ser a primeira grande mudança desde que a Microsoft comprou a empresa no ano passado: as contas gratuitas já podem criar repositórios privados.

Sim. cada conta do GitHub pode criar um número ilimitado de repositórios privados. Eles ainda são restritos – apenas três pessoas podem colaborar nesses repositórios – mas muitos desses projetos que antes não tinham outra opção a não ser serem abertos agora podem ser marcados como privados.

Essa mudança dá ao GitHub uma paridade aproximada com um de seus concorrentes – o BitBucket da Atlassian, que permite que os correntistas de conta gratuita criassem repositórios privados restritos a cinco colaboradores.

Mas isso não deve prejudicar muito as vendas da oferta comercial.

Essa versão comercial também está sendo alterada. O GitHub anteriormente tinha preços e produtos separados, dependendo se os clientes corporativos estavam usando o serviço hospedado na nuvem ou a versão local.

Ambos agora são colocados em um único produto, o GitHub Enterprise.

Quando a compra da Microsoft foi anunciada pela primeira vez, Friedman tentou garantir aos usuários do GitHub que a intenção era tornar o GitHub um GitHub melhor.

Essa mudança, no entanto, alterou fundamentalmente o site e não para o melhor. Dada a opção, muitos desenvolvedores podem agora se sentir tentados a tornar todos esses pequenos projetos pessoais privados, em vez de públicos.

Muitas das vezes, um desenvolvedor promete liberar o fonte para um pequeno programa “assim que eu arrumo o código” ou algo similar.

Essa arrumação nunca acontece, ou pelo menos nunca é suficiente para colocar o código em um estado que o desenvolvedor considere satisfatório para liberar no mundo.

Como resultado, muitos programas que anteriormente teriam sido publicados como código aberto, agora serão fechados para sempre.

E você? O que acha dessa mudança? Deixe sua opinião nos comentários!

O que está sendo falado no blog

Ajude a manter o Blog do Edivaldo - Faça uma doação

Se você gosta do conteúdo do Blog, você pode ajudar a manter o site simplesmente fazendo uma doação única, esporádica ou mensal, usando uma das opções abaixo:

Doação usando Paypal

Doação usando PagSeguro
Outras formas de ajudar a manter o Blog do Edivaldo