Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

DigiKam 7.2 lançado com vários novos recursos e melhorias

E foi lançado o DigiKam 7.2 com vários novos recursos e melhorias. Confira tudo que chega nessa versão e veja como instalar no Linux.

digiKam é um software de código aberto para gerenciamento avançado de fotos digitais para Linux, Windows e Mac OS X.

O DigiKam é um aplicativo que permite importar fotos de câmeras, criar álbuns, marcar datas, temas e outras propriedades, excelentes utilitários de pesquisa e modificação de imagens em massa.

Ele possui diversas funcionalidades que permitem importar, exportar, visualizar, gerenciar, editar, melhorar, organizar, rotular, e compartilhar fotos em sistemas Linux.

Em outras palavras, com o digiKam, você pode ver, gerenciar, editar, melhorar, organizar, marcar e compartilhar fotos de maneira profissional.

Agora, o software de gerenciamento de fotos profissionais de código aberto e multiplataforma digiKam foi atualizado para a versão 7.2, uma versão principal que adiciona vários novos recursos e melhorias.

Novidades do DigiKam 7.2

DigiKam 7.2 lançado com vários novos recursos e melhorias
DigiKam 7.2 lançado com vários novos recursos e melhorias

O digiKam 7.2 chega sete meses após o digiKam 7.1 e apresenta muitas melhorias no gerenciamento de Álbuns para melhor suportar curingas e agrupamento de itens com casos de uso especiais, acelerar as consultas do usuário, melhorar o suporte a mídia removível e melhor homogênea nas visualizações sobre as propriedades dos itens.

Novamente, a equipe de desenvolvimento do digiKam fez um grande esforço para melhorar ainda mais a detecção de rosto e o reconhecimento do software, adicionando um novo modelo de dados chamado Yolo para detectar mais rostos em imagens com condições de foto complexas, melhorar a detecção de olhos vermelhos e simplificar o uso de marcas de rosto no fluxo de trabalho de faces.

A funcionalidade de pesquisa também foi aprimorada para permitir que você pesquise campos de autor ou criador, legenda e título vazio, e a pesquisa avançada agora oferece novas opções para pesquisar imagens em um mês específico ou dia do mês, independente do ano .

Tal como acontece com todos os novos lançamentos do digiKam, o suporte para modelos e formatos de câmeras está sempre atualizado.

DigiKam 7.2 oferece suporte para arquivos CR3 e RAF compactados com perdas, arquivos DNG de ponto flutuante de 16, 24 ou 32 bits descompactados, desinfla arquivos DNG listrados compactados, bem como extração de visualização XMP e HEIF de arquivos CR3.

Além disso, agora é compatível com as seguintes câmeras e dispositivos: FujiFilm X-S10, Hasselblad CFV II 50C, Leica M10-R, Q2 Monochrom, S3 e SL2-S, Canon EOS R5, EOS R6, EOS 850D e EOS- 1D X Mark III, Nikon Z 5, Z 6 II e Z 7 II, Olympus E-M10 Mark IV, Zeiss ZX1, Sony A7C e A7S III, Panasonic DC-G100, G110 e DC-S5, bem como iPhone 12 Max e Max Pro.

No digiKam 7.2 também foi melhorado o Batch Queue Manager, que melhora a forma como os itens removíveis são renomeados durante o processamento, a ferramenta Batch Rename para itens em coleções, bem como a estabilidade geral e a velocidade do banco de dados para estágios de coleta de verificação mais rápidos na inicialização e melhor suporte para KDE Plasma/Baloo.

Por fim, o digiKam agora permite salvar informações de GPS nos metadados de sua imagem e oferece melhor suporte para arquivos GPX, oferece suporte de metadados aprimorado, atualiza os plug-ins Slideshow e Apresentação e introduz suporte CCache em seu código para tornar a compilação mais rápida.

É claro, existem inúmeras outras alterações menores e incontáveis ​​correções de bugs para tornar o digiKam mais estável e confiável ao gerenciar sua coleção de fotos.

Para saber mais sobre essa versão do DigiKam, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o DigiKam

Para instalar a versão mais recente do DigiKam nas principais distribuições Linux, use esse tutorial:
Instalando a versão mais recente do digiKam no Linux

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.