Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

DOSBox-X 0.83.8 lançado com suporte para M1 da Apple, entre outras novidades

E foi lançado o DOSBox-X 0.83.8 com suporte para M1 da Apple e mais. Confira as novidades e veja como instalar esse emulador no Linux.

O DOSBox-X é um emulador x86 com som gráfico Tandy/Hercules/CGA/EGA/VGA/SVGA e DOS. Ele foi projetado para rodar jogos DOS antigos em plataformas que não suportam isso.

Como um fork do DOSBox, ele mantém a compatibilidade com a ampla base de jogos DOS e DOS DOS para os quais o DOSBox foi projetado.

No entanto, o DOSBox-X vai além, com foco na emulação precisa do hardware e muitas outras maneiras de ajustar e configurar a máquina virtual DOS!
Por muitos anos, esse emulador multiplataforma que nos permite desfrutar do software MS-DOS em sistemas operacionais modernos parou.

Na verdade, sua última versão oficial foi lançada em 2010, mas recentemente a comunidade pegou a luva para lançar um garfo e continuar seu desenvolvimento.

O nome mudou pouco, eles apenas adicionaram um -X no final, e algumas horas atrás eles lançaram o DOSBox-X 0.83.8, uma atualização que vem carregada com novos recursos.

Novidades do DOSBox-X 0.83.8

DOSBox-X 0.83.8 lançado com suporte para M1 da Apple, entre outras novidades
DOSBox-X 0.83.8 lançado com suporte para M1 da Apple, entre outras novidades

De todas as novidades que vem com o DOS-Box-X 0.83.8, há uma novidade que me chama a atenção acima do resto: eles adicionaram suporte para M1 da Apple.

E por que estou tão interessado se o que mais uso é o Linux?

Porque fiquei com um sentimento: a decisão da Apple de lançar computadores com arquitetura ARM evitou que os desenvolvedores fiquem presos no x86_x64, o que provavelmente acabará se traduzindo em uma extensão do suporte para outros dispositivos ARM. Não custa nada sonhar, não é mesmo?

Sem mais delongas, estes são os destaques do DOSBox-X 0.83.8

  • Saída de fonte TrueType escalonável (TTF) para aplicativos DOS.
  • Estilos de texto na tela para aplicativos DOS.
  • Suporte para Macs mais recentes com M1 e macOS Big Sur.
  • Agora você pode colar o texto da área de transferência nas compilações do macOS SDL1.
  • Menu do sistema em compilações do Windows SDL2.
  • Seleção de teclas de host comuns no menu.
  • Agora ele muda os shaders OpenGL (GLSL) em tempo de execução.
  • Exibe o status do disco IDE ou CD.
  • Suporte para montagem de imagens de CD MAME CHD.
  • Suporte para salvar arquivos para salvar a função de status.
  • Comando MODE aprimorado para alterar as dimensões da tela.
  • Comando LOADFIX aprimorado para alocar memória automaticamente.
  • Correção automática aprimorada para o erro “Arquivo compactado corrompido”.
  • Interface do editor de mapas aprimorada.
  • Carregando arquivos de mapeamento DOSBox-X a partir do menu.
  • Exibe ajuda para comandos DOS no menu.
  • Pesquise o arquivo de configuração e o arquivo mapeador no caminho executável do DosBox-X.
  • Mais opções de salvamento para a ferramenta de configuração integrada.
  • Novas opções de configuração para salvar opções de estado.
  • Correções de bugs e outras melhorias.

Para saber mais sobre essa versão do DOSBox-X, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o DOSBox-X

Para instalar a versão mais recente do DOSBox-X nas principais distribuições Linux, use esse tutorial:
Como instalar o emulador DOSBox-X no Linux via Flatpak
Como instalar o emulador DOSBox-X no Linux via Snap

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.