Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

MozWire permite ativar a Mozilla VPN no Linux e tem outros recursos

O MozWire permite ativar a Mozilla VPN no Linux e tem outros recursos interessantes. Conheça melhor essa nova ferramenta de código aberto.

A Mozilla anunciou oficialmente seu próprio serviço VPN no início deste ano, e a empresa prometeu que traria suporte para outras plataformas em algum momento no futuro.

Embora nenhum detalhe tenha sido fornecido, a Mozilla ainda está trabalhando nos clientes oficiais para Linux e Mac, então ninguém sabe ao certo quando os usuários poderão se conectar ao serviço VPN se estiverem executando uma dessas duas plataformas.

Felizmente, a comunidade de desenvolvimento dá uma mãozinha ao Mozilla, então enquanto todo mundo está esperando que a empresa traga o Mozilla VPN para Linux e Mac, aqui está uma ferramenta de terceiros que faz isso e até um pouco mais.

MozWire permite ativar a Mozilla VPN no Linux e tem outros recursos

MozWire permite ativar a Mozilla VPN no Linux e tem outros recursos
MozWire permite ativar a Mozilla VPN no Linux e tem outros recursos

Conforme descoberto por GHacks, o aplicativo é chamado MozWire e está disponível no GitHub como um projeto de código aberto. Não se destina apenas ao Linux, mas também a várias outras plataformas, incluindo Windows, onde o cliente oficial Mozilla VPN também é oferecido.

A descrição oficial publicada pelo desenvolvedor explica que:

“MozWire é um cliente não oficial de plataforma cruzada para MozillaVPN, finalmente dando aos usuários Linux, macOS, FreeBSD, OpenBSD e outros (todas as plataformas que suportam o protocolo WireGuard) acesso a este provedor VPN. MozWire também suporta Windows.”

Embora você possa encontrar todas as instruções para instalar e executar este cliente Mozilla VPN não oficial no Linux e macOS na página do GitHub no link acima, o que você precisa saber é que o aplicativo também vem com uma série de outros recursos não disponíveis no aplicativo oficial.

Por exemplo, um dos recursos interessantes que a Mozilla não oferece é o suporte para servidores multihop, e o desenvolvedor explica que seu aplicativo também foi criado especificamente para permitir que os usuários escolham a porta remota, tornando possível contornar firewalls.

Novamente, isso é algo que não está disponível no cliente Mozilla oficial, mas acho que a empresa deveria adicionar isso em algum momento no futuro, visto que é uma funcionalidade muito importante para muitos usuários atrás de firewalls.

Além disso, o MozWire também oferece suporte a clientes WireGuard nativos que estão disponíveis nas plataformas onde o aplicativo é implementado.

No momento, o Mozilla VPN está disponível apenas no Windows 10, Android e iOS em algumas regiões, como Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Nova Zelândia, Cingapura e Malásia.

O suporte para Mac e Linux ainda está listado como em breve no site da Mozilla.

“Os novos clientes VPN são compatíveis com Android (versão 6 e superior), Windows 10 (64 bits) e iOS. Os clientes Mac e Linux chegarão em breve”, explica Mozilla.

O Mozilla VPN está disponível com uma assinatura de U$$ 4,99 por mês e oferece suporte para mais de 280 servidores em mais de 30 países. Uma assinatura pode ser usada para 5 dispositivos, e a Mozilla promete que não registra nenhuma atividade de rede quando os clientes estão conectados à VPN.

Sobre isso, a Mozilla explica que:

“Não registramos, rastreamos ou compartilhamos qualquer atividade de rede. Nós aderimos estritamente aos Princípios de Privacidade de Dados da Mozilla e coletamos apenas os dados mínimos necessários para manter a VPN saudável e operacional. O protocolo WireGuard criptografa seu tráfego de rede protegendo todas as suas informações privadas. Comparado aos protocolos VPN existentes, o código leve do WireGuard é mais fácil para analistas de segurança revisarem e auditarem – tornando-o uma opção mais segura para a VPN. Além disso, suas atividades online podem permanecer anônimas porque nunca registramos, rastreamos ou compartilhamos seus dados de rede.”

No momento em que este artigo foi escrito, o Mozilla VPN continua disponível apenas no Windows, Android e iOS, e a empresa não compartilhou nenhuma especificação sobre quando planeja lançar os clientes Linux e Mac.

Ao mesmo tempo, a organização não revelou quando planeja expandir o Mozilla VPN para mais regiões além das mencionadas acima.

O que está sendo falado no blog

Categorias Debian, Fedora, Linux, Linux Mint, Open Source, openSUSE, Software livre, Tecnologia, Tutorial, Ubuntu Tags , , , , , ,

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.