Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Fosshost, um provedor de hospedagem gratuito para projetos FOSS

Se você tem algum projeto ativo e totalmente de código aberto, conheça Fosshost, um provedor de hospedagem gratuito para projetos FOSS.

Recentemente, encontrei um projeto novo e muito promissor chamado Fosshost e queria compartilhar com você porque acredito que é uma virada no jogo para todos os projetos do FOSS.

Como o próprio nome sugere, a Fosshost é um provedor de hospedagem sem fins lucrativos para projetos FOSS (Free and Open Source Software, ou, Software Livre e de Código Aberto). Mas o que o destaca é o uso gratuito. Sim, você leu certo, é absolutamente grátis!

Fosshost, um provedor de hospedagem gratuito para projetos FOSS

Fosshost, um provedor de hospedagem gratuito para projetos FOSS
Fosshost, um provedor de hospedagem gratuito para projetos FOSS

Reunida por um grupo de pessoas incríveis, a Fosshost está tentando ajudar a comunidade de software livre e de código aberto, especialmente projetos que não podem pagar por hospedagem, com servidores privados virtuais semi-dedicados, espelhos compartilhados, armazenamento e até mesmo registro de domínio .

Entre o projeto FOSS que já se beneficia dos serviços de hospedagem da Fosshost, há o Projeto GNOME, Xubuntu, The Xfce Desktop, Manjaro, Xiph.Org Foundation (Icecast, Opus, Speex), ActivityPub (W3) e muitos outros.

Se você possui um projeto FOSS ativo e totalmente de código aberto, e precisa de um site ou de um espelho de download, o Fosshost é o lugar para você. Eles fornecerão serviços de hospedagem escalável e profissional.

Seu projeto nem precisa ser muito popular se for elegível para hospedagem gratuita, pois o Fosshost também suporta startups.

A Fosshost diz que:

“Prestamos serviços para iniciar projetos bem estabelecidos e acreditamos em fornecer a melhor infraestrutura da categoria, um sonho que muitos projetos pensavam que simplesmente não era possível.”

E agora para a parte técnica. A Fosshost fornecerá a cada projeto FOSS elegível um servidor virtual privado que possui 4 vCPUs, 4 GB de RAM, 200 GB de armazenamento, conectividade IPv4 e IPv6, além de acesso SSH remoto completo.

As distribuições Linux suportadas incluem Arch Linux, CentOS Linux, Debian, Fedora Linux, Gentoo, Ubuntu e até o FreeBSD. No entanto, o Fosshost também permitirá que você traga seu próprio sistema operacional, que pode ser qualquer coisa, menos o Windows.

Para se inscrever nos serviços de hospedagem da Fosshost ou descobrir mais detalhes sobre o que eles oferecem e como ajudam a comunidade de software livre e de código aberto, visite o site deles.

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.