Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

FreeBSD 13.0-RC3 lançado com o driver WireGuard removido

A equipe do FreeBSD anunciou a disponibilidade do FreeBSD 13.0-RC3 para testes públicos. Confira as novidades e descubra onde baixar.

O FreeBSD é um sistema operacional UNIX para as plataformas i386, amd64, IA-64, arm, MIPS, powerpc, ppc64, PC-98 e UltraSPARC com base no lançamento U.C. Berkeley’s “4.4BSD-Lite”, com alguns aprimoramentos do “4.4BSD-Lite2”.

O sistema também se baseia indiretamente no porte de U.C da William Jolitz. U.C. Berkeley’s “Net/2” to the i386, para o i386, conhecido como “386BSD”, embora muito pouco do código 386BSD permaneça atualmente nele.

O FreeBSD é usado por empresas, provedores de serviços de Internet, pesquisadores, profissionais de informática, estudantes e usuários domésticos em todo o mundo em seus trabalhos, educação e recreação.

O sistema vem com mais de 20.000 pacotes (software pré-compilado que é empacotado para fácil instalação), cobrindo uma ampla gama de áreas: de software de servidor, bancos de dados e servidores web, software de desktop, jogos, navegadores e software de negócios.

Agora, um terceiro e último candidato a lançamento do FreeBSD 13.0 foi garantido antes de seu 13.0-RELEASE formal no final deste mês. O FreeBSD 13.0-RC3 foi lançado neste final de semana como um marco “conforme necessário” antes do lançamento do FreeBSD 13.0 previsto para ocorrer em torno de 30 de março.

Novidades do FreeBSD 13.0-RC3

FreeBSD 13.0-RC3 lançado com o driver WireGuard removido
FreeBSD 13.0-RC3 lançado com o driver WireGuard removido

Notável nesta semana no FreeBSD 13.0-RC3 é a remoção do driver do kernel WireGuard “if_wg” devido à mudança nas implementações do WireGuard em meio a preocupações com a qualidade do código para este driver WireGuard original que foi configurado para ser introduzido no FreeBSD 13.0.

Agora, o código do kernel existente do WireGuard foi removido, mas essa nova implementação não chegará até o FreeBSD 13.1, devido ao tempo dessa mudança significativa.

O FreeBSD 13.0-RC3 também cuida de um problema de bloqueio da lista de memória virtual, uma correção para sistemas rodando no VirtualBox, uma correção no utilitário de serviço e outras pequenas correções.

Veja o anúncio de lançamento para mais detalhes sobre esta versão de teste final antes do FreeBSD 13.0 estável.

O FreeBSD 13.0 traz melhorias para seu utilitário freebsd-update, uma nova chamada de sistema copy_file_range compatível com Linux para cópias de arquivos eficientes, uma estrutura criptográfica muito melhorada dentro do kernel, AES-NI e armv8crypto estão agora incluídos por padrão para que as compilações genéricas do kernel melhorem desempenho de criptografia, vários novos drivers de rede, melhorias no carregador de inicialização EFI do efibootmgr, várias melhorias no suporte de hardware ARM, o suporte de CPU padrão para a arquitetura i386 agora é i686 em vez de i486 e outras melhorias de hardware.

Os usuários da Intel também devem encontrar um desempenho muito melhor nas gerações recentes de hardware.

Uma lista de mudanças desde 12.2-RELEASE está disponível nas notas de versão releng/13.0.

Observe que a página de notas da versão ainda não está completa e será atualizada continuamente à medida que o ciclo 13.0-RELEASE avança.

O lançamento final do FreeBSD 13.0 está agendado para 30 de março de 2021.

Para saber mais sobre essa versão, acesse a nota de lançamento.

O lançamento final do FreeBSD 13.0 está agendado para 30 de março de 2021.

Baixe e experimente o FreeBSD 13.0-RC3

FreeBSD 13 RC3 agora está disponível para as arquiteturas amd64, i386, powerpc, powerpc64, sparc64, armv6 e aarch64.

A imagem ISO do FreeBSD 13.0-RC3 já pode ser baixada acessando a página de download do sistema.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.