Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Galaxy Watch 4 e Watch 4 Classic revelados com Wear OS e Exynos 920

Durante o evento Unpacked o Samsung Galaxy Watch 4 e Watch 4 Classic foram revelados com Wear OS e Exynos 920, o novo processador de 5 nm.

Como esperado, a Samsung teve uma tonelada de novos hardwares para mostrar em seu evento Unpacked. Além da próxima geração de smartphones dobráveis, a Samsung também apresentou um par de novos wearables: o Galaxy Watch 4 e o Watch 4 Classic.

A grande notícia: eles trazem atualizações de processador massivas e executam o Wear OS do Google.

Galaxy Watch 4 e Watch 4 Classic revelados com Wear OS e Exynos 920

Galaxy Watch 4 e Watch 4 Classic revelados com Wear OS e Exynos 920
Galaxy Watch 4 e Watch 4 Classic revelados com Wear OS e Exynos 920

Vamos começar com o chip. É um processador Exynos 920 dual-core com clock de 1,18 GHz e é apenas o terceiro chip compatível com o Wear OS 3.0.

O Exynos 920 é fabricado usando um processo de 5 nm e a Samsung afirma que ele tem um desempenho 20% melhor do que o chip que substitui, o Exynos 9110.

Ele também possui um processador de baixo consumo de energia Cortex-M55 dedicado que é responsável pela tela sempre ativa do Watch4.

Juntamente com uma bateria maior de 361mAh nos tamanhos maiores, os novos modelos durarão mais do que nunca entre as recargas.

Tamanhos menores também se beneficiarão, embora mantenham a mesma bateria de 247 mAh do Galaxy Watch 3. A Samsung avalia os dois em cerca de 40 horas de uso normal.

Outra novidade no Watch 4 é o sensor BioActive 3 em 1 da Samsung.

Ele inclui um sensor óptico de frequência cardíaca, um sensor elétrico de coração e um sensor de análise de impedância bioelétrica para traçar um quadro mais completo de sua saúde geral.

Uma forma de o sensor BioActive fazer isso é por meio da medição da Composição Corporal.

Coloque dois dedos na tela e o Watch4 analisará sua massa muscular esquelética, IMC e taxa metabólica. Em alguns mercados, ele também rastreará sua pressão arterial – embora não nos EUA, pelo menos inicialmente.

A Samsung também aumentou a RAM de 1 GB para 1,5 GB e o armazenamento interno dobra de 8 GB para 16 GB. As resoluções de tela vão de 360 ​​x 360 pixels para 396 x 396 nos modelos de 42 mm e 450 x 450 nos modelos de 46 mm.

O Watch 4 Classic também obtém um visual mais premium com uma luneta giratória de aço inoxidável, enquanto o Watch 4 adere com uma mais fina e não giratória de alumínio.

Galaxy Watch 4 e Watch 4 Classic revelados com Wear OS e Exynos 920
Galaxy Watch 4 e Watch 4 Classic revelados com Wear OS e Exynos 920

E sim, a Samsung abandonou o Tizen em favor do Wear OS. A Samsung está colocando em camadas seu próprio One UI Watch no topo, mas os relógios da Samsung agora terão acesso a todos os aplicativos do Google para wearables, incluindo Maps, Pay e YouTube Music.

Isso significa acesso a algumas novas funcionalidades muito habilidosas, incluindo ouvir suas playlists do YouTube Music off-line direto do Watch, instruções passo a passo em seu pulso que sincronizam automaticamente com o Maps em seu telefone e uma experiência de Tiles amplamente aprimorada.

O Watch 4 custa a partir de US$ 249 e o Watch 4 Classic custa US$ 349 para as versões somente Bluetooth.

Adicionar suporte LTE integrado custará outros US$ 50. As pré-encomendas já estão abertas e a Samsung começará a ser comercializada em 27 de agosto.

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.